Coronavírus: Ribeirão Pires suspende funcionamento de ciclofaixa aos domingos e feriados

Não há previsão de retorno para a ciclofaixa. Foto: Divulgação.

Medida está em vigor na Avenida Prefeito Valdírio Prisco para evitar aglomerações

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Ribeirão Pires, no ABC Paulista, suspendeu o funcionamento da ciclofaixa de lazer da Avenida Prefeito Valdírio Prisco. O objetivo é evitar aglomerações, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Não há no município, até o momento, interdição de vias em razão das medidas de isolamento contra o coronavírus na cidade, segundo a Prefeitura.

“Como forma de ampliar a prevenção à doença, a Prefeitura realiza, desde o final de março, a higienização das principais vias da cidade com solução de hipoclorito de sódio – principais acessos da cidade e nos bairros (pontos com maior fluxo de pessoas).”

Além disso, com relação às vagas de Zona Azul, a Prefeitura esclarece que desde o dia 20 de março o sistema de estacionamento rotativo na cidade está suspenso, sem previsão para retorno.

VILA DO DOCE

A Prefeitura decretou, no dia 20 de março, proibição de permanência e aglomeração de pessoas em espaços públicos e de uso comum do povo, como praças, jardins, complexos, entre outros (Decreto Municipal Nº 6.979/2020).

Assim, a Praça situada ao lado da Vila do Doce, onde idosos costumam ficar para praticar atividades de lazer, foi interditada pela Prefeitura. A Prefeitura informou que a GCM reforçou as rondas nesses pontos e a Prefeitura intensifica, desde então, as recomendações por meio de carro de som e de canais oficiais.

ÔNIBUS

Em relação ao transporte coletivo municipal, a concessionária Rigras está operando com 44% da frota de ônibus.

“A empresa intensificou o trabalho de higienização dos balaústres e ‘pega mão’ dos veículos que atendem tanto linhas municipais, como intermunicipais. O trabalho é feito por equipe que recebeu treinamento específico para esse tipo de higienização. A limpeza é feita na garagem de veículos e no Terminal Rodoviário Municipal – higienização feita entre as rotas”, informou a Prefeitura, em nota.

RIO GRANDE DA SERRA

Em Rio Grande da Serra, também no ABC Paulista, está sendo seguido o que foi definido pelas sete cidades do ABC por meio do Consórcio Intermunicipal Grande ABC para o transporte coletivo.

Segundo a Prefeitura, a frota de ônibus municipais foi reduzida em 50%. A empresa responsável pelo transporte, a Talismã, realiza diariamente a higienização dos ônibus, e não há restrições de gratuidade.

Não há por enquanto interdição de vias, e o sistema de zona azul ainda está em fase de implementação na cidade, também de acordo com a administração municipal.

“Em relação às praças públicas, a prefeitura tem fiscalizado para que as pessoas não as frequentem. A proibição de frequentar praças e demais locais públicos que costumam ter aglomerações consta em decreto municipal.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta