Prefeitura do Rio de Janeiro cria comissão para dar até R$ 17,5 milhões em combustível a empresas de ônibus

Esta é a primeira vez em que o Rio de Janeiro vai subsidiar o transporte coletivo. Foto: Divulgação.

Relatório deverá ser apresentado até esta sexta-feira, 17

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro criou uma comissão para dar até R$ 17,5 milhões em combustível a empresas de ônibus que operam na cidade. O grupo deverá apresentar um relatório sobre o assunto até esta sexta-feira, 17 de abril de 2020.

A criação da comissão foi oficializada por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial do município nesta quinta, 16. O combustível adquirido pelo município pode subsidiar tanto as empresas de ônibus quanto o consórcio que opera o BRT (Ônibus de Trânsito Rápido).

O objetivo da medida é oferecer apoio temporário ao sistema de transporte coletivo, em razão da pandemia do novo coronavírus. Não somente no Rio de Janeiro, mas em todo o país, o número de passageiros em ônibus caiu consideravelmente.

Esta é a primeira vez em que o Rio de Janeiro vai subsidiar o transporte coletivo. A prefeitura está negociando com a BR Distribuidora a entrega do combustível e, a princípio, o acordo vale por um mês.

Os valores que serão destinados à compra do combustível vêm do Fundo Municipal de Transportes. Entre as fontes para arrecadação estão recursos advindos de multas aplicadas aos próprios consórcios.

Confira a resolução, na íntegra:

brt

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta