Alegando dificuldades financeiras, empresas de ônibus de Porto Alegre vão reduzir viagens

Horários noturnos de pouca demanda serão os primeiros a ser cortados

ADAMO BAZANI

Os passageiros de ônibus em Porto Alegre devem contar com menos ônibus a partir desta sexta-feira, 17 de abril de 2020.

A informação é da Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP), que reúne as empresas que operam na cidade.

Inicialmente, a intenção é eliminar os horários noturnos com baixa demanda de passageiros.

Já a partir de segunda-feira, 19 de abril de 2020, todas as linhas devem ter redução de viagens e a prioridade vai ser dada a itinerários que contemplem hospitais e unidades de saúde.

As alterações podem ser acompanhadas pelos passageiros nos seguintes canais de comunicação:

– Zona Norte – MOB – mob.srv.br

– Zona Leste – VIALESTE e MAIS – F: 0800-518818;

– Zona Sul – VIVASUL – vivasulpoa.com.br

O usuário também poderá verificar os horários das próximas viagens de sua linha no aplicativo TRI, função GPS (Cittamobi).

Por meio de nota, as empresas alegaram dificuldades financeiras e afirmaram que avisaram à prefeitura do que classificaram como “situação calamitosa” e necessidade de apoio do poder público.

Veja a nota na íntegra:

A Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP), informa que devido à insuficiência de recursos para operação de transporte, os concessionários estão sendo obrigados a fazer escolhas de redução de horários e linhas. Esclarece ainda que, por diversas vezes oficiou o Órgão Gestor e a Prefeitura da situação calamitosa do sistema e da necessidade de apoio para manter este serviço essencial para a população, mas que, até o presente momento, nenhuma ação concreta foi realizada.

Coloca que as determinações estabelecidas pelos Decretos Estaduais nº 55.128 e nº 20.154 e pelos Decretos Municipais nº 20.519 e nº 20.534, principalmente na restrição das atividades econômicas e no transporte de somente de passageiros sentados, não possibilitam a receita necessária para se manter a operação determinada pelo Órgão Gestor, principalmente em relação a aquisição de combustível (diesel). Está sendo mantida uma oferta de serviço entre 55% a 60% para transportar “apenas” 25% a 30% de usuários.

A partir desta sexta-feira, dia 17, os horários noturnos que contenham baixa demanda de passageiros sofrerão alterações. Também, a partir deste domingo dia 19, as programações de viagens sofrerão modificações para redução do custo de operação, sendo priorizadas as viagens das linhas perto de hospitais. A medida é para que as viagens em dias úteis, as quais possuem maior quantidade de usuários, ainda possam ser mantidas. Coloca-se que as informações referentes as viagens podem ser conferidas nos canais de comunicação dos Consórcios Operacionais (Zona Norte – MOB – mob.srv.br; Zona Leste – VIALESTE e MAIS – F: 0800-518818; e Zona Sul – VIVASUL – vivasulpoa.com.br). O usuário também poderá verificar os horários das próximas viagens de sua linha no aplicativo TRI, função GPS (Cittamobi).

Pede-se a compreensão da população, pois estas medidas são totalmente contrárias à natureza de nosso serviço, que é transportar as pessoas em seus deslocamentos. Mas, infelizmente, estamos sendo obrigados a escolher o que é possível de ser realizado neste momento com os recursos que ainda estão disponíveis. Finalizamos, informando aos nossos usuários e colaboradores, que os operadores estão fazendo todo o possível para manter as viagens que transportam as pessoas essenciais para nossa cidade neste momento, mas sem o reconhecimento e apoio dos Governos o sistema entrará, em breve, em colapso pela total insuficiência de recursos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta