Isolamento social no estado de São Paulo cai para 50%

Pessoas aguardam atendimento na agência do Banco Caixa, na Av. Senador Queiroz, centro de São Paulo. Foto: Diário do Transporte.

Índice ideal é de 70% e no feriado de Páscoa chegou a 59%

JESSICA MARQUES

O percentual de isolamento social no Estado de São Paulo foi de 50% nesta segunda-feira, 13 de abril de 2020. Os dados foram divulgados por meio do SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo).

De acordo com o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da COVID-19 é de 70%.

Isso porque, se a taxa continuar baixa, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não será suficiente para atender a população.

O índice de 50% de isolamento é mais baixo do que os 59% registrados no domingo de Páscoa, também longe do ideal.

Relembre: Isolamento em São Paulo vai para 59% no domingo de Páscoa

METODOLOGIA

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

“O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas. As informações são aglutinadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.”

MUNICÍPIOS

No momento, há acesso a dados referentes a 47 cidades. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios.

Município 13/abr
AMERICANA 47%
ARARAQUARA 45%
ARUJÁ 55%
BARUERI 45%
CAJAMAR 58%
CAMPINAS 48%
CARAPICUÍBA 54%
COSMÓPOLIS 58%
COTIA 52%
DIADEMA 54%
EMBU DAS ARTES 51%
FRANCA 46%
GUARUJÁ 54%
GUARULHOS 52%
HORTOLÂNDIA 52%
INDAIATUBA 52%
ITAPEVI 52%
ITAQUAQUECETUBA 56%
ITATIBA 47%
JACAREÍ 52%
JANDIRA 51%
JUNDIAÍ 48%
LIMEIRA 42%
MARÍLIA 46%
MAUÁ 53%
MOGI DAS CRUZES 54%
OSASCO 52%
PIRACICABA 47%
PORTO FELIZ 53%
PRAIA GRANDE 51%
PRESIDENTE PRUDENTE 43%
RIBEIRÃO PRETO 44%
RIO CLARO 53%
SALTO 51%
SANTO ANDRÉ 52%
SANTOS 49%
SÃO BERNARDO DO CAMPO 51%
SÃO CARLOS 52%
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 43%
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 50%
SÃO PAULO 50%
SÃO VICENTE 58%
SOROCABA 48%
SUMARÉ 46%
SUZANO 53%
TABOÃO DA SERRA 50%
TAUBATÉ 55%

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Ismael Junior disse:

    Contrariando o que o governo e a mídia pregam, cenas como a da foto se tornaram comuns em bancos e principalmente em supermercados…

Deixe uma resposta