Barra de Busca do Google homenageia funcionários dos transportes coletivos em época de pandemia

Empresa tem destacado a importância de trabalhadores de serviços essenciais

ADAMO BAZANI

Quem precisou pesquisar algum termo no buscador da “Google” na manhã desta terça-feira, 14 de abril de 2020, se deparou com a imagem do desenho de um ônibus sendo conduzido pela letra “e”, última do nome da empresa, representando um motorista de máscara.

Ao passar a seta do mouse sobre a imagem, surge a frase “A todos os profissionais que trabalham no transporte público, obrigado”

Praticamente todos os dias, a empresa presta homenagens a trabalhadores de serviços que são essenciais nesta época de enfrentamento à Covid-19, doença que teve origem na China e é provocada pelo coronavírus, para o qual não há ainda vacina e nem um remédio que seja consenso.

O isolamento social é a única medida eficaz, segundo as autoridades de Saúde, de evitar que o número de contágios de uma só vez sobrecarregue os sistemas de saúde público e privado.

Mas há profissionais que não podem parar, entre os quais os funcionários dos serviços de transportes.

A Google já homenageou outros trabalhadores, como dos setores de saúde, agropecuária e segurança pública.

Apesar da justa homenagem, muitos destes profissionais não têm o que comemorar.

Como mostrou o Diário do Transporte, um levantamento do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ), que mapeou mais de 2,5 mil ocupações no País, mostrou que os motoristas, cobradores e outros trabalhadores em ônibus têm risco de contaminação pelo vírus de 70%.

Profissionais da saúde, dependendo da área de atuação, têm risco de 50% a 100%.

O problema é que muitos deles relatam descaso, tanto do poder público como das empresas, com a falta de EPIs – Equipamentos de Proteção Individual e poucas ações efetivas para evitar aglomerações.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/04/13/motoristas-e-cobradores-de-onibus-tem-70-de-risco-de-contagio-pelo-novo-coronavirus-no-brasil-dizem-pesquisadores/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Regimar da Mata Pereira disse:

    Parabéns nos precisa melhores salários

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Esse é o marketing; sempre em cima do lance levando sua vantagem.

    Tá certinho.

    Pena que operacional das empresas não trabalham nem como o marketing e nem como o financeiro; afinal estes funcionam sempre bem, mesmo nas crises.

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta