Prefeito de Teresina faz novo decreto para reduzir número de pessoas nos ônibus e nos pontos das estações de passageiros e terminais

Terminal de ônibus em Teresina (PI). Foto: Divulgação.

Escalonamento de horários é para dar maior segurança à população, diz Firmino Filho

ALEXANDRE PELEGI      

O prefeito de Teresina, Piauí, Firmino Filho, publicou novo decreto neste domingo, 12 de abril de 2020, alterando o horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais e de serviços que já estavam autorizados a funcionar.

O decreto afirma que a medida foi tomada para reduzir o número de pessoas nos ônibus de transporte coletivo e nos pontos e embarque e desembarque das estações de passageiros e terminais de ônibus, especialmente nos horários considerados de pico, na ida e no retorno do trabalho.

Segundo o prefeito da capital do Piauí, o objetivo é dar maior segurança à população, “reduzindo a possibilidade de transmissão do vírus através da diminuição do número de pessoas que se utilizarão do sistema de transporte coletivo público no mesmo horário”.

O novo decreto não altera horários de mercados, hipermercados, supermercados e loterias.

Poderão funcionar das 9 às 17h as distribuidoras de bebidas, não sendo permitida, nesse período, a distribuição de bebidas alcoólicas; as distribuidoras de energia elétrica, água, saneamento básico, serviço de iluminação pública, serviço de limpeza urbana e coleta de lixo. Também nesse período, poderão funcionar os serviços de telecomunicações e de processamentos de dados; as concessionárias de veículos, exclusivamente o setor de oficina, para serviços de manutenção e conserto; as agropecuárias, para o abastecimento de insumos agrícolas e de natureza animal; e os estabelecimentos exclusivamente de venda de medicamentos veterinários e de venda de rações.

Já das 7 às 17h, poderão funcionar as indústrias alimentícias, de produtos perecíveis, de alimentação animal, de higiene, limpeza, assepsia, e as que atendam os serviços de saúde. Além dessas, poderão funcionar no mesmo horário a indústria de produtos farmoquímicos e farmacêuticos e de instrumentos e materiais para uso médico e odontológico e de artigos ópticos; a fabricação de bebidas não alcoólicas; a fabricação de sabão, detergente, produtos de limpeza e de higiene pessoal; a fabricação de equipamentos e acessórios para segurança e proteção pessoal e profissional; de bombas de irrigação, ventiladores e ar-condicionado, com os seus respectivos serviços de manutenção; e a produção de embalagens de papel, papelão, plástico, vidro e alumínio, não sendo permitida, nesse período, a produção relacionada a bebidas alcoólicas.

As transportadoras e as lojas de venda exclusiva de água mineral terão o horário de funcionamento de 9 às 22h.

Poderão funcionar das 9 às 15h as lavanderias, sendo que as lavanderias hospitalares funcionarão 24h.


Tere_01Tere_02Tere_03


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Silfarney de Sousa Rocha SousaRocha disse:

    Como é vai te ônibus segunda feira ou não

Deixe uma resposta