Isolamento social em São Paulo segue abaixo do índice ideal

Na quinta, cerca de dois milhões de veículos voltaram a circular na capital paulista. Foto: Divulgação.

Sistema de Monitoramento Inteligente mostra percentual de 55%, quando o recomendado seria 70%

JESSICA MARQUES

O Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social no Estado continua abaixo do ideal. Neste sábado, 11 de abril de 2020, o percentual foi de 55%.

Entretanto, de acordo com o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da Covid-19 é de 70%.

Ainda segundo informações do Governo do Estado, se a taxa continuar baixa, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não será suficiente para atender a população.

METODOLOGIA

Para obter os dados sobre isolamento social, a central de inteligência do Governo analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

“Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.”

O sistema, segundo o Governo, é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas.

“As informações são aglutinadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.”

CONSULTA

A partir de segunda-feira, 13, o índice de isolamento estará disponível para consulta no portal www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

No momento, há acesso a dados referentes a 40 cidades. As informações estão aqui: https://www.saopaulo.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/11-abr.pdf. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios com população a partir de 30 mil habitantes.

VEÍCULOS

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou nesta quinta-feira, 09 que cerca de dois milhões de veículos voltaram a circular na capital paulista nesta véspera de feriado de Páscoa, mesmo com as medidas de isolamento determinadas pelo Governo.

Ainda de acordo com a CET, existem sete milhões de veículos cadastrados na cidade de São Paulo. Destes, 86% deixaram de circular no dia 24 de março, primeiro dia da quarentena, mas na quinta a redução passou para 59%, ou seja, um retorno de mais de dois milhões de carros para as ruas.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta