Espanha flexibiliza isolamento e distribuirá 10 milhões de máscaras para uso no transporte público

Foto: Angel Garcia/Bloomberg

Forças de segurança distribuirão as máscaras nos centros de transporte público nos próximos dias, mas uso será recomendado, não obrigatório

ALEXANDRE PELEGI

A Espanha definiu neste sábado, 11 de abril de 2020, quais serão as diretrizes para o retorno ao trabalho diante da flexibilização das medidas de confinamento.

A partir de segunda, 13, forças de segurança distribuirão 10 milhões de máscaras nos locais de transporte público, mas o uso do equipamento será apenas recomendado, e não obrigatório.

Isso porque, por determinação do governo espanhol, voltarão à atividade milhares de trabalhadores da construção e da indústria.

Pelas diretrizes estabelecidas, caberá às empresas fornecer o equipamento de proteção adequado, além de garantir espaço para pelo menos dois metros de distância entre os funcionários.

Ao ser questionado sobre a flexibilização das medidas de contenção, o ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, afirmou em coletiva ao lado do ministro da Saúde: “Ainda estamos na fase de confinamento… não iniciamos nenhuma redução”.

A Espanha viu o número de mortos por coronavírus subir neste sábado a 16.353, contra 15.843 no dia anterior. O número de óbitos alcançou a marca 510, contra 605 notificações no dia anterior.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta