Coronavírus: Prefeitura do Rio aplica mais de 230 multas aos consórcios de ônibus

Fiscais da SMTR já aplicaram quase 190 multas ao consórcio BRT. Foto: Divulgação/SMTR

Ações começaram há 20 dias, e objetivo é verificar se empresas cumprem a determinação de transportar somente passageiros sentados

ALEXANDRE PELEGI

Em ação iniciada há 20 dias, para verificar se os consórcios estão cumprindo a determinação de transportar somente passageiros sentados nos ônibus, a Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro aplicou até esta sexta-feira, 10 de abril de 2020, 232 multas.

As recomendações de evitar aglomerações são dos órgãos de saúde no combate ao novo coronavírus.

De acordo com a prefeitura do Rio, foram registradas 189 autuações somente ao sistema de ônibus BRT. As equipes de fiscalização flagraram diversos ônibus descumprindo a determinação nos três corredores do sistema – Transoeste, Transcarioca e Transolímpica.

As 43 multas restantes foram aplicadas aos consórcios responsáveis por linhas de ônibus convencionais. Neste caso, por diferentes irregularidades: inoperância de linhas, circulação com frota abaixo do determinado, falta de vistoria e cobrança de tarifa abaixo do valor estabelecido.

A Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro afirma em comunicado que as ações seguem de forma intensificada, “a fim de coibir a prática de transportar passageiros em pé, sem haver lotação nos coletivos, visando resguardar a saúde dos usuários e dos próprios motoristas”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta