Rodoviários do Espírito Santo protestam por falta de proteção contra Covid-19

Publicado em: 8 de abril de 2020

Motoristas e cobradores de cinco empresas do sistema Transcol interromperam as atividades por cerca de 3 horas

WILLIAN MOREIRA

Funcionários de cinco empresas de ônibus no estado do Espírito Santo, que atuam no sistema Transcol, protestaram no final da madrugada desta quarta-feira 08 de abril de 2020, devido à falta de equipamentos de proteção contra o novo coronavírus.

A paralisação, que durou das 4h até perto das 7h da manhã, afetou a região da Serra que ficou sem os coletivos durante este período. A greve contou com funcionários das empresas Santa Paula, Serrana, Grande Vitória, Unimar e Serramar.

O Sindirodoviários, que representa a categoria na região, informou que, no dia 30 de março deste ano, conseguiu uma liminar judicial que obrigava as empresas a ceder aos funcionários do transporte coletivo álcool em gel, luvas e máscaras de proteção, o que não foi atendido até agora.

Às 6h50, os veículos deixaram as garagens, encerrando assim a paralisação.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta