Prefeitura de Presidente Prudente propõe zerar ISS do transporte coletivo para reequilibrar perda demanda

Publicado em: 2 de abril de 2020

Pruden Express teve perda de demanda

Media é tentativa para evitar demissões e quebra de empresa de ônibus

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, propôs à Câmara Municipal projeto de lei para zerar a base de cálculo do Imposto sobre Serviços (ISS) do transporte coletivo.

A isenção valeria retroativa a 1º de março prosseguindo até 30 de junho de 2020.

O objetivo é tentar reduzir os impactos da crise gerada pelo coronavírus com a queda da demanda de passageiros que afeta a empresa prestadora da cidade, Pruden Express.

A medida permitiria, segundo o prefeito Nelson Roberto Bugalho, permitiria reequilibrar o contrato de concessão para manter a prestação de serviços, além dos empregos do setor.

Não há ainda previsão para a proposta ser votada.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta