Pontal do Paraná decreta toque de recolher e impede entrada de ônibus de outas cidades

Ônibus em Pontal do Paraná. Foto: Arquivo

Medidas são para desestimular a movimentação das pessoas e conter o avanço do coronavírus

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Pontal do Paraná, no litoral paranaense, por meio de decreto, proibiu a movimentação de pessoas entre 20h e 05h, como medida de desestimular fluxos desnecessários de gente e contribuir para controlar o avanço do coronavírus.

Nesta faixa horária, somente poderão circular pela cidade, trabalhadores de saúde, segurança, entrega de alimentos ou que ainda estejam voltando do serviço desde que apresentem identificação profissional.

Ainda de acordo com o decreto, pessoas com 60 anos ou mais só poderão sair de casa pela manhã para realizar compras rápidas e, nas outras partes do dia, apenas se estiverem indo para atendimento médico.

Guardas da cidade vão monitorar a movimentação.

Ônibus e vans de outros municípios estão impedidos de entrar em Pontal do Paraná.

A orla está fechada e o acesso às praias está proibido.

Farmácias podem funcionar até meia noite.

Restaurantes e lanchonetes (apenas para serviços de delivery), além de postos de combustíveis só podem ficar abertos até às 22h.

Padarias, lojas de conveniência dos postos de combustíveis e mercados devem fechas às 20h.

Veterinários, lojas de venda de comida para animais domésticos, lojas de materiais de construção, oficinas mecânicas e borracharias só podem abrir até às 18h.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta