Niterói anuncia redução da circulação de pessoas de cidades vizinhas

Ônibus intermunicipais de Niterói. Foto: Cidade de Niterói

Prefeitura bloqueará o acesso de municípios limítrofes para conter o avanço do novo coronavírus

ALEXANDRE PELEGI

Niterói, no Rio de Janeiro, anunciou um plano para reduzir o acesso de pessoas de municípios vizinhos.

Na manhã desta quarta-feira, 01 de abril de 2020, a prefeitura informou que partir deste sábado, 4, iniciará o plano de restrição de circulação com municípios limítrofes.

Segundo o comunicado, esta será a primeira etapa do planejamento, que segue de 4 a 18 de abril.

Neste período será proibida a circulação de táxis de municípios limítrofes e determinada a redução para 30% de ônibus intermunicipais no Terminal Municipal João Goulart. Hoje, segundo a prefeitura, o movimento já está reduzido a 45%. “Serão montados pontos de bloqueio com agentes de trânsito e das forças públicas. Os caminhões e transportes de carga não sofrerão restrições para fazer entregas”, completa o comunicado.

Serão duas semanas críticas de propagação do coronavírus. Precisamos diminuir a entrada de pessoas na cidade já que Niterói é a segunda cidade do Brasil com maior circulação diária, com aproximadamente 250 mil pessoas que não residem aqui. Com esta primeira etapa do plano, vamos verificar a curva de expansão do coronavírus em Niterói e nas cidades vizinhas para eventualmente adotar as outras medidas propostas no Plano”, explica o prefeito Rodrigo Neves.

O objetivo é manter a curva de expansão do vírus achatada, o que já vem ocorrendo em Niterói graças à conscientização dos niteroienses com o isolamento social e às medidas que a Prefeitura vem tomando para combater a pandemia“, completou Rodrigo.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira, 31 de março, Niterói tem 62 casos confirmados, 16 hospitalizados, sendo 9 em Unidades de Terapia Intensiva, 22 em isolamento domiciliar sendo monitorados pela Secretaria de Saúde do Município. A cidade registra um único morto e tem 23 recuperados.

restri_nit

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta