Teresina suspende gratuidade de idosos no transporte coletivo

Publicado em: 25 de março de 2020

Mesmo com gratuidade suspensa, transporte coletivo está operando. Foto: Divulgação.

Medida foi tomada devido ao descumprimento da recomendação de isolamento por conta do coronavírus

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Teresina, no Piauí, suspendeu nesta semana a gratuidade para idosos no transporte coletivo. De acordo com a administração municipal, a medida foi tomada por descumprimento da recomendação de isolamento por conta do coronavírus.

Exemplo disso é que na segunda-feira, 23 de março de 2020, pela bilhetagem eletrônica, que cerca de 3 mil passageiros idosos utilizaram o transporte coletivo de Teresina, com gratuidade.

Desta forma, para garantir de forma responsável a proteção direta dos idosos, grupo de maior risco ao novo coronavírus, a Prefeitura informou que foi assinado o Decreto nº 19.541. O documento dispõe sobre as medidas na área do transporte público para o enfrentamento à pandemia provocada pelo Covid-19.

“Assim, está suspensa a gratuidade do idoso, referente ao uso do transporte público, por ser o de maior risco, conforme autoridades de saúde; fica limitado o funcionamento do Transporte Eficiente (que atende pessoas com deficiência), para atendimento através de agendamento somente em casos especiais de saúde e de abastecimento pessoal”, informou a Prefeitura.

“Fica determinado também às empresas que operam o sistema de transportes públicos que mantenham o funcionamento da frota mínima prevista constitucionalmente e que os consórcios de ônibus forneçam os materiais necessários de segurança e de limpeza.”

A recomendação das autoridades da área da saúde e dos gestores é que todas as pessoas fiquem em casa, segundo a administração municipal.

“No caso das pessoas com mais de 60 anos de idade, por ser o grupo de maior risco de contrair o Covid -19, esta recomendação deve ser obedecida.”

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

A Prefeitura informou que a Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito) alterou o funcionamento do transporte eficiente. Agora, o serviço só é oferecido mediante agendamentos por telefone, somente em casos de saúde e abastecimento pessoal.

“Até que as limitações sejam suspensas, os usuários do serviço podem realizar os agendamentos de segunda a sexta-feira, das 6h às 18h, através do número (86) 98121-8325. A gerente de transporte eficiente da Strans, Cíntia Machado, assegura que os agendamentos estão sendo limitados para garantir a saúde e segurança dos usuários e funcionários do serviço.”

De acordo com a Prefeitura, cerca de duas mil pessoas com deficiência estão cadastradas no programa, com o funcionamento de 17 micro-ônibus, atendendo deficientes físicos em deslocamentos pela cidade. O veículo vai até o local onde usuário está e o conduz ao seu destino.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta