Ônibus vira veículo de conscientização contra o coronavírus na Região Metropolitana de Curitiba

Publicado em: 25 de março de 2020

Ônibus que foi usado em festas natalinas agora leva conscientização sobre como contribuir para que o avanço do coronavírus seja contido.

Leblon Transporte e Prefeitura de Fazenda Rio Grande fazem parceria e veículo, com sistema de som, alerta para a gravidade do problema e como conter o avanço da doença

ADAMO BAZANI

Um ônibus virou veículo de conscientização e informação na luta para combater o avanço do coronavírus.

A Leblon Transporte de Passageiros e a prefeitura de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná, fizeram uma parceria e o veículo, equipado com sistema de som, leva uma mensagem sobre a prevenção do coronavírus.

A mensagem é a seguinte:

“Atenção! A prefeitura de Fazenda Rio Grande, por meio da Guarda Municipal, orienta: Para evitar a propagação do coronavírus, todos devem ficar em casa, principalmente, as crianças e idosos e evite aglomerações mesmo em ambientes abertos. Ajude-nos a proteger você e sua família”

O ônibus, de propriedade da Leblon Transporte, é usado habitualmente como veículo natalino, e já contava com o sistema de som.

“Este é um momento de unirmos os esforços contra um inimigo comum a todos. O ônibus é um reforço importante de comunicação porque um sistema de som em um veículo de grande porte chama a atenção. Chegamos a diversas partes da cidade, até às mais carentes de informação. Não devemos entrar em pânico, mas precisamos ter responsabilidade e seguir as orientações das autoridades de saúde.” – disse o diretor-presidente do Grupo Leblon Transporte, Haroldo Isaak.

DICAS IMPORTANTES:

– lave muito bem as mãos por mais de 20 segundos e várias vezes ao dia.

– passe álcool em gel nas mãos sempre que possível

– evite sair de casa sem necessidade,

– os cuidados com pessoas com 60 anos ou mais (as mais suscetíveis a consequências mais graves) devem ser redobrados

– faça a limpeza constante de superfícies, como maçanetas, teclados e mouses de computador, mesas, cabeceiras de cama, cadeiras, interruptores de luz e abajur etc, sempre com desinfetantes de uso geral

– muita atenção com os sanitários: água sanitária (cândida) pode ser uma grande aliada também.

– tente manter uma distância de um a dois metros das demais pessoas sempre que possível, mesmo dentro de casa

– não compartilhe objetos de uso pessoal, como faca, garfo, colher, copos, roupas de cama

– idosos com 60 anos ou mais devem ser vacinados contra a gripe. Não existe ainda vacina contra o coronavírus, mas uma gripe comum pode fragilizar o sistema imunológico

– se alimente bem. Não exagere na quantidade de alimentos, mas não é hora de fazer grandes regimes

– em casa, no isolamento, não fique parado. Caminhe dentro de casa ou do apartamento, faça alongamentos, se mexa dentro da limitação do seu corpo.

– cuide da cabeça: se informe, acompanhe o noticiário, mas também se distraia: ouça a música que gosta; veja fotos de família; arrume a casa; seja criativo

– se estiver em home office (trabalho em casa), crie uma rotina de início e fim de jornada, para não trabalhar demais e nem de menos. Deixe o local de trabalho arejado, bem iluminado e com boa ergonomia, ou seja, atenção para postura, tamanho da cadeira, da mesa, etc

– exercite sua fé, independentemente de religião. Ore, leia a Bíblia, medite, libere perdão, louve. Uma dica de leitura é o Salmo 91 – mesmo que você não tenha uma religião cristã, a mensagem é interessante.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta