Coronavírus: Comil comunica férias coletivas

Fábrica vai parar durante 10 dias

JESSICA MARQUES

Devido à pandemia de coronavírus no país, a fabricante de carrocerias de ônibus Comil anunciou férias coletivas para os funcionários. A fábrica vai parar durante 10 dias, segundo comunicado oficial.

Em virtude dos acontecimentos recentes e com o avanço do Coronavírus (COVID- 19) no Mundo, Brasil e no nosso município e dando prosseguimento às ações que estamos tomando para cuidar da saúde e bem-estar de nossa equipe, a Comil comunica a realização de férias coletivas a partir de 25/03/2020 (quarta-feira) por um período de 10 dias, tendo o retorno das atividades em 6/04/2020 (segunda-feira)”, diz trecho do comunicado.

Nesta segunda, 23 de março de 2020, e terça, 24, as atividades irão seguir normalmente respeitando, segundo a fabricante, seguindo as medidas de precauções orientadas pelos órgãos de saúde, como: “liberação de funcionários do grupo de risco (com mais de 60 anos ou que apresentem doenças crônicas), suspensão de visitas a nossa planta, suspensão de viagens de funcionários, medidas de higiene e limpeza, aumento dos horários de almoço para diminuir aglomeração, entre outras.”

Também segundo a Comil, o período de férias coletivas compreende o mesmo prazo do Decreto Municipal Nº 4.904 de 20 de março de 2020, que determina o fechamento do comércio de Erechim até o dia 04 de abril de 2020.

“Este período de recesso pelas férias coletivas nas atividades não pode ser encarado como um período de férias normais, mas sim como uma forma de contermos a proliferação do Coronavírus em nossa Cidade e País, reduzindo os impactos sobre o sistema de saúde e economia. Assim recomentados a todos seus colaboradores e parceiros que evitem circular o máximo possível respeitando as orientações dos órgãos de saúde. Esta medida faz parte das ações que a Comil vem tomando contra os impactos imediatos do Covid-19 na nossa comunidade e atividade industrial. Continuaremos monitorando a situação de saúde no País e acompanhando as orientações dos órgãos oficiais”, diz trecho do comunicado.

Confira o documento oficial:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta