Coronavírus: BYD anuncia férias coletivas de funcionários de 24 de março a 13 de abril

Chassi finalizado de ônibus Padron 12,5 metros, fabricado em Campinas. Foto: Adamo Bazani

Período pode ser prorrogado, caso operações não possam ser retomadas com segurança

ALEXANDRE PELEGI

A BYD, maior fabricante global de baterias de lítio-ferro e de veículos elétricos e plug-in, anunciou nesta segunda-feira, 23 de março de 2020, que dará férias coletivas aos funcionários de sua planta em Campinas, interior de São Paulo, a partir de amanhã, 24 de março.

É uma das medidas da empresa diante do avanço do coronavírus.

As férias seguirão até 13 de abril, “ou até obtermos orientações ou informações que nos permitam retomar nossas operações com segurança”, diz o comunicado da empresa.

A BYD informou ainda que a equipe de Pós-Vendas continuará atendendo aos clientes.

No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas.

Em abril de 2017, inaugurou sua segunda planta para produção de módulos fotovoltaicos, consolidando-se como uma das líderes desse importante mercado no Brasil.

Em fevereiro de 2019, a BYD Brasil assinou seu primeiro projeto de SkyRail (monotrilho) no país, numa Parceria Público Privada (PPP) de R$ 1,5 bilhão na cidade de Salvador.

A BYD Brasil já emprega mais de 250 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

BYD ferias coletivas

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. RodrigoZika disse:

    Faz bem, e uma empresa grande vai conseguir superar depois.

Deixe uma resposta