Com queda de demanda de passageiros, decisão de paralisar ônibus no ABC pode ser revista,  diz Orlando Morando

Prefeito de São Bernardo do Campo em transmissão pela internet

Redução na demanda de passageiros de São Bernardo do Campo foi de 79% até por volta das 17h desta segunda-feira e se for assim também nas outras cidades, pode haver redução na frota em vez de paralisação de ônibus no ABC

ADAMO BAZANI

Os ônibus municipais de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, transportaram em torno de 80% menos passageiros até por volta das 17h desta segunda-feira, 23 de março de 2020, que na comparação a uma segunda-feira habitual.

A informação é do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, em uma transmissão em rede social na noite desta segunda-feira.

Segundo Morando, enquanto a concessionária da cidade, SBC Trans, transporta uma média diária de 230 mil passageiros, nesta segunda-feira, até por volta das 17h, foram transportados 47 mil usuários.

Orlando Morando admitiu que, se nas outras cidades do ABC, o comportamento da demanda for de queda, em vez da suspensão de todas as linhas municipais a partir de 29 de março, pode haver um atendimento mínimo.

Ouça:

Nesta terça-feira, 24 de março de 2020, o Consórcio Intermunicipal ABC fará uma reunião extraordinária por videoconferência na manhã e, na tarde, devem ter outra reunião virtual com a secretaria estadual de transportes.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta