Santo André fecha comércio e inicia redução de frota de ônibus a partir de segunda-feira

Publicado em: 22 de março de 2020

Medidas são tomadas em prevenção ao novo coronavírus. Foto: Jessica Marques.

Postos de combustíveis vão fechar aos domingos e feriados

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Santo André, no ABC Paulista, decretou a suspensão do atendimento presencial nos estabelecimentos comerciais da cidade. A medida, em prevenção ao novo coronavírus, entra em vigor a partir desta segunda-feira, 23 de março de 2020, com vigência até o dia 05 de abril.

Na mesma data, terá início a redução de frota dos ônibus municipais do transporte público. Isso ocorre porque, como ação preventiva, todos os coletivos das sete cidades do ABC Paulista vão parar a partir do dia 29 de março de 2020 por tempo indeterminado. A medida vale apenas para a frota municipal.

Relembre: Coronavírus: Transporte coletivo no ABC vai parar totalmente a partir de 29 de março

Além disso, postos de combustíveis também continuarão funcionando, mas de forma parcial. Segundo determinação da Prefeitura, o atendimento será de segunda a sábado, das 7h às 19h, devendo permanecer fechados aos domingos e feriados.

ALIMENTAÇÃO E SERVIÇOS ESSENCIAIS

Com relação ao comércio, ficam fechados estabelecimentos como centros comerciais, lojas, bares, restaurantes, cafés e lanchonetes. Entretanto, os estabelecimentos que servem alimentos e bebidas poderão manter as atividades internas e atender pedidos por telefone, além de realizar serviços de entrega através de delivery.

O decreto foi publicado neste domingo, 22, e permite o funcionamento de estabelecimentos que prestam serviços considerados essenciais, como na área da saúde, que engloba hospitais, clínicas e farmácias.

No setor de alimentação podem funcionar hipermercados, supermercados, mercados, padarias, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas, centros de abastecimento de alimentos em geral, lojas de venda de água mineral, lojas de conveniência e lojas de venda de alimentação para animais.

PRECAUÇÕES

Os estabelecimentos autorizados a funcionar deverão intensificar as ações de limpeza, disponibilizar álcool gel aos seus clientes e funcionários, além de divulgar informações sobre prevenção e disseminação do novo coronavírus, segundo o decreto.

“Em casos de descumprimento do decreto, a Prefeitura de Santo André poderá adotar medidas como cancelar o alvará de funcionamento do estabelecimento e suspender os termos de permissão de uso concedidos a profissionais autônomos. Será também intensificado o combate ao comércio ambulante ilegal”, informou a Prefeitura, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Como evitar a cobrança das contas de agua e luz? como será feito? e com lojas fechadas é preciso monitorá-las,,os arrombadores estão à espreita, a fome vai apertar, e com certeza estarão nas ruas de vilas e centro…POLÍCIA NELES. No Rio já furtaram cabos do BRT

Deixe uma resposta