Em nova resolução, secretarias de transportes de São Paulo recomendam que idosos evitem o transporte público

Quando não for possível mesmo ficar em casa, idosos devem preferir horários menos cheios

Estabelecimentos comerciais em estações e terminais autorizados a funcionar podem ser fechados se não disponibilizarem álcool em gel

 ADAMO BAZANI

Os idosos devem evitar usar o transporte coletivo, principalmente em horários de pico.

A recomendação que é feita pelas autoridades de saúde está numa resolução em conjunto entre as secretarias de transportes do Estado e do município de São Paulo publicada em Diário Oficial neste sábado, 21 de março de 2020.

Como já havia mostrado ontem o Diário do Transporte, caso os números de infectados com o coronavírus se amplie de forma significativa, os idosos podem ser impedidos de entrar em ônibus do sistema SPTrans (municipais de São Paulo), do sistema EMTU (metropolitanos intermunicipais), trens do Metrô e da CPTM em horários de maior movimento.

 

 

Fica recomendado que os Idosos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos não utilizem o transporte público em horários de pico, uma vez que compõem o grupo mais vulnerável a desenvolver complicações de maior gravidade e por isso se tem recomendado que se restrinja o contato social. Parágrafo único: Ocorrendo agravamento da situação, poderá haver determinação que esse grupo seja impedido de usar o transporte público em horários específicos.

 

A resolução conjunta ainda determina que os estabelecimentos comerciais que estão autorizados a funcionar sejam fechados caso não disponibilizem álcool em gel para os clientes.

 

Os pontos comerciais dentro das estações e terminais deverão disponibilizar dispenser com álcool em gel na concentração de 70%, por tempo indeterminado, sob risco de suspensão das atividades, sem prejuízo da imposição das outras penalidades mencionadas no artigo 10, que devem ser aplicadas, se for o caso, de acordo com os critérios fixados nos artigos 6º a 8º da Lei nº 6.437/1977.

 

Será também criado um comitê para fiscalizar a higienização de banheiros de terminais e estações.

 

Haverá intensificação do monitoramento e fiscalização da higienização dos banheiros das estações e dos terminais, criando para tanto, um comitê específico.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rubens Pereira Afonso disse:

    Quanto a limpeza dos ônibus posso garantir que pelo menos no terminal parque Dom Pedro segundo ela não está acontecendo beste domingo estive no terminal e não vi nenhum ônibus sendo higienizado acredito que se colocassem frascos álcool gel nós ônibus para que as pessoas se higienizar desse mais efeito a limpesa dia ônibus só está acontecendo quando a imprensa está por perto fica aí a minha sujesrao

  2. Gilberto Lana do Carmo disse:

    Ônibus com ar condicionado estão sendo feitos a manutenção dos ar condicionado dos mesmos por que tem muito motorista que não liga o ar e fica aquele ar abafado nós ônibus e também se estão limpando corretamente esses aparelhos dos ônibus eles sendo higienizados por que já peguei muito ônibus imundo e também o ar condicionado uma sugerira só os filtros do ar cheios de fuligem de carbono né fica aí minha reclamação por essa manutenção não está sendo feito em nenhum dela

Deixe uma resposta