Coronavírus: Governo de Alagoas suspende transporte intermunicipal e trens urbanos por dez dias

Governador Renan Filho, ao lado do prefeito de Maceió, Rui Palmeira, se pronuncia sobre medidas contra o coronavírus. Foto: Márcio Ferreira

Decreto do governador determina inspeção em todo e qualquer veículo de transporte rodoviário de passageiros proveniente de estados onde já foi decretada situação de emergência por causa do novo coronavírus

ALEXANDRE PELEGI

Assim como vários estados brasileiros, Alagoas decidiu também impor restrições ao transporte para diminuir os riscos de contágio do novo coronavírus.

Em decreto publicado nesta sexta-feira, 20 de março de 2020, o governador do estado, Renan Filho, declarou situação de emergência e intensificou as medidas para a contenção e o enfrentamento ao coronavírus.

O anúncio foi feito pelo governador durante live (transmissão ao vivo), ao lado do prefeito de Maceió, Rui Palmeira.

Por determinação do Governo do Estado, a partir da meia noite de hoje todas as pessoas que estiverem com sintomas de gripe deverão ficar em casa durante 14 dias. As medidas estabelecem ainda o fechamento, por 10 dias, de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos comerciais similares.

No caso do transporte público, o Decreto determinou a suspensão da operação do serviço de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, regular e complementar, assim como o serviço de trens urbanos.

Durante a vigência do decreto, todo e qualquer veículo de transporte rodoviário de passageiros, regular ou alternativo, proveniente de estados onde já foi decretada situação de emergência por causa do novo coronavírus, deverá passar por inspeção da Polícia Rodoviária Estadual, quando da entrada em território alagoano. O objetivo é verificar a presença de passageiros com sintomas da Covid-19.

 

decreto_alagoas_01decreto_alagoas_02


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta