Com redução de demanda, Metrô de São Paulo fecha acessos de estações

Publicado em: 20 de março de 2020

Trianon-Masp está entre as estações que terão a alteração. Foto: Diário do Transporte.

Alteração entrou em vigor nesta sexta-feira, 20

JESSICA MARQUES

Com a redução da demanda devido às medidas de prevenção ao novo coronavírus, o Metrô de São Paulo informou que fechou acessos de algumas estações. A medida foi tomada nesta sexta-feira, 20 de março de 2020.

Segundo o Metrô, foram fechados os seguintes acessos:

São Bento – Ladeira Porto Geral e Rua Boa Vista (nível B)
Luz – Sul (R.Washington Luís)
Trianon – Oeste (próximos ao Pq.Trianon e MASP)
Brigadeiro – Leste
Anhangabaú – Falcão (próximo à Prefeitura e TRE
Atendendo ao decreto do Governo de São Paulo e às recomendações técnicas do Comitê de Contingência do Coronavírus, o Metrô liberou de suas atividades operacionais, os empregados das gerências de operações, manutenção e logística com idade igual ou superior a 60 anos. A decisão foi o que motivou o fechamento dos acessos.

“Com a redução do quadro efetivo e analisando a queda significativa na demanda de passageiros, as estações terão seus acessos secundários fechados, preservando a prestação do serviço essencial de transporte”, informou o Metrô, em nota.

“Além disso, será necessária a readequação da operação nas estações, o que poderá alterar a oferta de trens em todas as linhas, mas preservando o objetivo de reduzir o aglomerado de pessoas nos trens”, acrescentou.

As decisões, segundo o Metrô, têm o objetivo de preservar a saúde e a vida dos empregados, organizando a escala de funcionários, contribuindo com as medidas de precaução e recolhimento que o momento exige.

DEMANDA

O Governador de São Paulo João Doria, em entrevista coletiva no início da tarde desta da tarde desta sexta-feira, disse que por causa das medidas de restritivas de circulação, a demanda caiu nos transportes metropolitanos: 45% no Metrô, 40% na EMTU e 35% na CPTM.

Doria também anunciou medidas para combater ao avanço do coronavírus:

Coronavírus: Redução de demanda é de 45% Metrô, 40% na EMTU e 35% na CPTM, diz Doria

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta