Coronavírus: Ônibus municipais de São Bernardo do Campo serão paralisados gradativamente

Segundo a administração municipal, 68 linhas, operadas por frota de 400 veículos da SBCTrans, serão paralisadas. Foto: Divulgação.

Interrupção total do serviço ocorre a partir do dia 29, mas profissionais da saúde e segurança serão atendidos

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, informou por meio de nota que a paralisação nos ônibus municipais vai ocorrer de forma gradativa.

Isso ocorre porque, como ação preventiva ao coronavírus, todos os ônibus municipais das sete cidades do ABC Paulista vão parar a partir do dia 29 de março de 2020 por tempo indeterminado.

Relembre: Coronavírus: Transporte coletivo no ABC vai parar totalmente a partir de 29 de março

Segundo a administração municipal, 68 linhas, operadas por frota de 400 veículos da SBCTrans, serão paralisadas.

“Neste período, o transporte de profissionais da saúde e segurança pública será garantido, seja por ônibus público exclusivo ou aplicativo”, informou a Prefeitura, em nota.

“Da mesma forma que a prefeitura de São Bernardo seguiu o Estado nas diretrizes da Educação, a Administração espera que o Estado siga as prefeituras do Grande ABC e suspenda o transporte da intermunicipal da EMTU nos próximos dias”, considerou também a administração municipal.

DORIA CRITICA MEDIDA

O governador de São Paulo, João Doria, criticou a medida anunciada pelo Consórcio Intermunicipal do ABC que decidiu reduzir gradativamente a frota de ônibus municipais das sete cidades da região até suspender completamente as operações a partir de 29 de março.

Em entrevista coletiva no início da tarde desta quinta-feira, 19 de março de 2020, o governador chamou a decisão de precipitada e quer que os prefeitos do ABC mudem de ideia, não parando os ônibus municipais.

Relembre: Doria quer reverter decisão de prefeitos do ABC de suspender todos os ônibus municipais a partir de 29 de março

Os prefeitos da região do ABC Paulista decidiram manter a decisão de paralisar todos os ônibus municipais das sete cidades a partir de 29 de março de 2020, mesmo com o apelo contrário do Governo do Estado.

Relembre: Mesmo com apelo do Governo do Estado, prefeitos do ABC mantêm paralisação total dos ônibus municipais a partir de 29 de março

ZONA AZUL

As prefeituras de São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, no ABC Paulista, anunciaram nesta quarta-feira, 18 de março de 2020, que a partir desta quinta, 19, fica suspensa a cobrança de Zona Azul nos municípios.

Desta forma, os motoristas não vão precisar pagar para estacionar nas ruas das cidades. Não foi divulgado um prazo para que a medida seja encerrada.

No caso de São Bernardo do Campo, o estacionamento rotativo é totalmente digital. O pagamento normalmente é feito por meio do aplicativo Estapar Vaga Inteligente, mas não será necessário até que a Prefeitura determine o fim da isenção de cobrança.

O município de Ribeirão Pires, também no ABC, anunciou a mesma medida. Neste caso, a Zona Azul será suspensa a partir de sexta-feira, 20, pois quinta é feriado municipal e já não haveria cobrança normalmente.

Leia mais: São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Ribeirão Pires suspendem cobrança de Zona Azul

TREM, ÔNIBUS INTERMUNICIPAIS E TRÓLEBUS

A STM – Secretaria de Estados dos Transportes Metropolitanos manterá em operação no ABC Paulista a frota dos trens da linha 10-Turquesa (Brás/Rio Grande da Serra), da Metra no Corredor ABD (São Mateus/Jabaquara e Diadema/Brooklin) e dos ônibus do sistema EMTU que circulam na região mesmo com a decisão do Consórcio Intermunicipal do ABC que anunciou a paralisação total dos ônibus municipais no dia 29 de março de 2020 e a redução gradativa da frota ente esta quarta-feira, 18 de março e o dia 28 de março.

Leia mais: STM manterá frota da Linha 10 da CPTM, da Metra e dos ônibus da EMTU mesmo com decisão dos prefeitos do ABC em paralisar linhas municipais

FROTA REGIONAL

Juntas, as sete cidades do ABC (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra) têm 2,8 milhões de moradores, dos quais 1,1 milhão usa os transportes públicos. São em torno de 1,3 mil ônibus municipais. As cidades com maior frota são São Bernardo do Campo, com 424 ônibus e Santo André, com 404 ônibus.

AS EMPRESAS DE ÔNIBUS MUNICIPAIS SÃO:

Santo André: Suzantur, Viação Guaianazes, Viação Curuçá, TCPN – Transportes Coletivos Parque das Nações, ETURSA – Empresa de Transporte Urbano Rodoviário de Santo André, EUSA  – Empresa Urbana Santo André, Viação Vaz.

São Bernardo do Campo: SBC Trans

São Caetano do Sul: Vipe- Viação Padre Eustáquio

Diadema: MobiBrasil Diadema, Benfica

Mauá: Suzantur

Ribeirão Pires: RIGRAS

Rio Grande da Serra: Viação Talismã

TRANSPORTES TRONCAIS:

Corredor Metropolitano ABD (São Mateus/Jabaquara e Diadema/Brooklin): Metra

Linha 10 – Turquesa: CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

EMPRESAS DE ÔNIBUS DO SISTEMA EMTU:

Viação ABC, EAOSA, Expresso SBC, Imigrantes, Mobibrasil, Parque das Nações, Publix, Riacho Grande, Ribeirão Pires, Rigras, São Camilo, Trans-Bus, Triângulo, Tucuruvi, Urbana e Vipe.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Maria disse:

    Doria . Deveria pensar nos familiares das pessoas ne.. tbm temos famílias idosas. Deveriam fechar os postos dos Poupatempo tbm. Pois mtos pessoas nao irão respeitar o próximo qe tem familiar idoso em casa . Ora la pra se.. pra correr o risco de si próprio pegar corona e passar pra funcionários.. isso e grave .. tds nos devemos ficar em casa . Paralização total a nossa saúde. Assim como tds políticos tem familiares idosos em casa . Nos tbm temos. Msm qe vc não está no alto risco jovem . Mais tem um parente em casa iddoso

  2. Silvia disse:

    Não estou entendendo mais nada. Tirar o transporte público? Como o trabalhador vai trabalhar? E mais e o doente que precisa ir ao UPA ou PS como vai fazer?

  3. Juscelia Alves disse:

    Pois e como parar os ônibus se as empresas estão funcionando normal, aí que quero saber como vai fazer???? Teria que parar todas as empresas e comércios.assim seria o correto

  4. Alessandro da luz Gomes disse:

    Estes governadores estão esperando ter o mesmo números de morte q tem na China ou em outro lugar para fazerem isto ??? Estas empresas q estão funcionando são um risco total para todos do sbcd governadores não espere ter o mesmo números de mortos q tem em outros países por sua arrogância e q Deus abençoe todos nois 🙏

  5. Walter Santana disse:

    Temos que parar ,pelo bem da nação começou tarde de mais.

  6. Silvio Luiz Frazão disse:

    Eu acho correto
    Devemos se unir para combater esta doença. Eu sei teremos que pagar este preço. Mas vale apena é a saúde que está jogo

  7. Isabel silva disse:

    Tudo bem vai ter transporte para o funcionários da saúde , e os trabalhadores que não são da saúde que moram e São Bernardo do Campo e trabalham em Santo André , Ribeirão Pires, Mauá em São Caetano , que as empresas não pararam eu acho que deveria aumentar as frotas não aumentar os ônibus pois vai haver demissão em massa , os prefeitos e o Governador deveriam entra em um acordo antes que aqui, no Brasil fiquei igual a Itália pois temos muitos idoso em casa ,acho que e o caso dos sete prefeito pensarem no caso dos transporte público tem que fecha tudo menos hospital mercados e farmácia açougue etc

Deixe uma resposta