Coronavírus: Volkswagen Caminhões e Ônibus suspende viagens de funcionários a áreas com mais casos de infectados

Ônibus urbano Volkswagen

Montadora diz ainda que monitora funcionários das empresas de consórcio modular que atuam na planta no Rio de Janeiro

ADAMO BAZANI/JESSICA MARQUES

A Volkswagen Caminhões e Ônibus suspendeu viagens internacionais de funcionários para as áreas onde são registradas as maiores quantidades de pessoas atingidas pelo coronavírus.

É uma das medidas da empresa contra o avanço da pandemia.

Em nota, a Volkswagen ainda informou que monitora os trabalhadores próprios e os funcionários de empresas que atuam na planta em Resende, no Rio de Janeiro, no modelo de consórcio modular.

A produção continua nas unidades da marca.

Veja na íntegra:

A Volkswagen Caminhões e Ônibus acompanha os desdobramentos do isolamento sanitário na região da província de Hubei, na China, origem de um surto do Coronavírus, e onde parte de seus fornecedores mantém fábricas de componentes.

O monitoramento inclui contato permanente com colaboradores, fornecedores, empresas parceiras do Consórcio Modular, Centro Logístico da VWCO em Vinhedo (SP), rede de concessionários autorizados e também importadores.

 Como medidas adicionais de proteção a colaboradores, estão suspensas viagens internacionais a trabalho para regiões de risco. Reuniões e contatos externos devem ocorrer preferencialmente por vídeo ou fone conferência.

 No momento, a empresa opera normalmente as suas linhas de montagem em Resende (RJ) e em Querétaro, no México.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta