Coronavírus: Transportes no ABC vão parar dia 29 de março de 2020

Informação é oficial do Consórcio Intermunicipal

Atualização: TODOS OS ÔNIBUS MUNICIPAIS DO ABC VÃO PARAR CIRCULAR A PARTIR DE 29 DE MARÇO.

ACESSE ESTE LINK:

Coronavírus: Transporte coletivo no ABC vai parar totalmente a partir de 29 de março

JESSICA MARQUES

As prefeituras e empresas de transporte de Mauá, Ribeirão Pires e Diadema, no ABC Paulista, informaram que a frota de ônibus opera normalmente nesta quarta-feira, 17 de março de 2020, mesmo com a pandemia de coronavírus.

Entretanto, todos os ônibus municipais das sete cidades do ABC Paulista vão parar a partir do dia 29 de março de 2020 por tempo indeterminado. A redução gradativa da frota começa nesta quinta-feira, 18 de março de 2020.

A decisão foi comunicada na manhã desta quarta-feira, 18 de março de 2020, pelo Consórcio Intermunicipal do ABC, que reúne os prefeitos de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Leia mais: Coronavírus: Transporte coletivo no ABC vai parar totalmente a partir de 29 de março

MAUÁ

Em Mauá, a operação também ocorre normalmente. A Suzantur, empresa que opera na cidade, informou que aumentou o protocolo de segurança para inibir a propagação do coronavírus.

“Entre as ações tomadas pela empresa, está o maior número de lavagem e limpeza nos ônibus da frota, limpeza periódica de catracas no acesso aos terminais e utilização de álcool em gel pelos motoristas e cobradores nos coletivos do grupo”, informou.

A empresa, que atende Mauá, São Carlos e Santo André, afirma ainda que todas as garagens receberam novas orientações e triagens de limpeza para garantir que a ampla circulação não restrinja a segurança dos usuários do serviço.

“A Suzantur ressalta que sempre investiu para garantir que seus ônibus estivessem limpos e seguindo normas sanitárias vigentes. A garagem do Zaíra, por exemplo, possui uma estação de tratamento de águas com capacidade de 15 mil litros para a lavagem de ônibus, motores e peças com reaproveitamento de 90% da água usada nos serviços”, informou a empresa, em nota.

“A rotina diária da empresa envolve a lavagem de toda a frota, quando os ônibus são recolhidos à noite, e também a limpeza completa de 20% dos ônibus entre as 9h e às 16h, para que estejam limpos no horário de pico. Esse número também passou por revisão. A orientação atual é que todos os ônibus passem por nova limpeza ao longo do dia, com pente fino para limpeza interna de bancos e barras de apoio”, continuou.

“Neste momento de extrema preocupação mundial, a Suzantur reitera sua preocupação e seu compromisso com a segurança de cada usuário do serviço público.”

DIADEMA

Em Diadema, a Prefeitura informou ao Diário do Transporte que não houve nem haverá redução de frota devido ao novo coronavírus.

Confira as medidas que estão sendo tomadas para evitar proliferação do vírus, segundo a Prefeitura:

  • Afastamento de motorista de transporte coletivo municipal maiores de 60 anos;
  • A empresa BENFICA intensificará, ao longo do dia, a higienização de todos os veículos da frota. Para isso, foram designados funcionários extras para pontos de apoio;
  • A empresa MOBIBRASIL também intensificará a higienização dos veículos e disponibilizará álcool em gel nas guaritas, pontos de fiscais e terminais de ônibus;
  • Além disso, o Departamento de Transportes Públicos está acompanhando as iniciativas implementadas pelas empresas, alertando as mesmas para seguirem as recomendações do Ministério da Saúde e demais órgãos competentes, incentivando a adoção de medidas como manter os veículos ainda mais arejados, realização de campanhas de conscientização interna aos colaboradores, orientado com informações sobre prevenção e higienização, como meio de zelar pela saúde e bem estar de todos.

A Prefeitura informou ainda que, após o conjunto de ações anunciados pelo Governo de São Paulo, as equipes observaram nesta segunda-feira, 16, um volume um pouco menor de passageiros no sistema de transporte coletivo assim como no sistema de trânsito (congestionamentos) no horário de pico da manhã e no entrepico da tarde.

“Os dados ainda estão sendo apurados pela ST e serão disponibilizados brevemente. Antes das ações, o sistema de transporte coletivo municipal transportava cerca de 62.000 passageiros/dia, os dados atuais ainda não estão disponíveis.”

RIBEIRÃO PIRES

Em Ribeirão Pires, a concessionária de transporte coletivo Rigras intensificou o trabalho de higienização dos balautres e “pega mão” dos ônibus que atendem linhas municipais e intermunicipais, segundo a Prefeitura.

“O trabalho é feito por equipe que recebeu, no início desse mês, treinamento especial em relação ao coronavírus. A limpeza é feita na garagem dos veículos e também dentro do Terminal Rodoviário da cidade”, informou a administração municipal.

“Além disso, a concessionária Rigras fixou materiais informativos nos veículos com orientações do Governo do Estado sobre medidas preventivas ao contágio pelo coronavírus (além de divulgar as ações no site da empresa).”

Ao Diário do Transporte, a Prefeitura informou ainda que “não houve, até a presente data, a redução do número de veículos que atendem as linhas na cidade.”

OUTROS MUNICÍPIOS DO ABC PAULISTA

O prefeito de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, Orlando Morando, anunciou nesta terça-feira, 17 de março de 2020, que a empresa de ônibus responsável pelo transporte coletivo na cidade, a SBCTrans, vai usar a frota reserva para ampliar oferta em horários de pico.

Segundo a administração municipal, com a medida, a operação vai passar de 389 para 424 veículos em circulação. O objetivo é evitar aglomerações no transporte público, que transporta diariamente 250 mil passageiros.

Relembre: São Bernardo do Campo informa que empresa de ônibus vai usar frota reserva para ampliar oferta em horários de pico

Por sua vez, os passageiros de Santo André, no ABC Paulista, relataram redução na frota de ônibus da cidade nesta terça-feira, 17 de março de 2020. A deficiência na operação foi observada principalmente nos horários de pico.

O chefe do Executivo chegou a admitir que houve redução na frota nesta segunda-feira, 16, por conta dos motoristas com 60 anos ou mais que foram afastados em prevenção ao coronavírus, por estarem na faixa de risco.

Relembre: Apesar de anúncio de normalização, passageiros relatam redução na frota de ônibus em Santo André

Além disso, na próxima semana, os ônibus municipais não vão disponibilizar gratuidades para estudantes. É uma das medidas da cidade para combater o avanço do coronavírus. A cidade teve um caso confirmado da doença.

Relembre: Depois de redução pela manhã, Paulo Serra diz que frota de ônibus Santo André foi normalizada e que gratuidades para estudantes serão suspensas na semana que vem

As prefeituras de São Caetano do Sul e Rio Grande da Serra não informaram sobre a operação dos ônibus até a publicação desta reportagem.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Gerson Carvalho disse:

    Bom dia a todos!

    Quaisquer medidas preventiva, desde as mais simples (e Obrigatórias), são bem-vindas!

    O que não entendo é como a SBCTRANS vai ampliar sua frota no horário de pico, sendo que licenciou 59 motoristas para ficarem de repouso… Não foi informado quem os cobrirá, neste período de ausência, o que parece que serão exigidas mais horas extras, do que as já realizadas pelos profissionais, causando sobrecarga de trabalho…

    Evita-se a propagação, porém aumenta-se o desgaste físico e mental dos colaboradores.

    Caso realmente seja confirmada a minha intuição e se esta atitude fosse em outra empresa, com certeza, seria amplamente criticada e questionada, mas o Grupo ABC é “perfeito e blindado”, pelo menos é a imagem que sempre tentam passar, porém a realidade é outra, principalmente no trato com o usuário e agora o colaborador!

    Abraços,

    Att,

    Gerson Carvalho
    Bancário e Administrador de Empresas

  2. José Antônio Chagas disse:

    Como os funcionários da saúde e segurança irão trabalhar

Deixe uma resposta para José Antônio Chagas Cancelar resposta