Coronavírus: Número de passageiros nos trens de Porto Alegre cai progressivamente

TrensUrb informou que intensificou limpeza nos trens. Foto: Divulgação / TrensUrb.

De acordo com números informados pela TrensUrb, queda começou na última quinta-feira

WILLIAN MOREIRA / JESSICA MARQUES

Efeito do coronavírus, o número de passageiros diários nos trens da TrensUrb, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, vem caindo desde a última quinta-feira, 12 de março de 2020.

Dados obtidos com exclusividade pelo Diário do Transporte apontam para um queda mais acentuada no último final de semana, ultrapassando os 30% em um dia.

Os dados de passageiros embarcados nos dias 13, 14 e 15 de março apontam uma queda média de 17,4% na quantidade de passageiros por dia, em relação ao mesmo período da semana passada (dias 06, 07 e 08 de março).

Entretanto, o domingo, 15, puxa a crescente na queda de passageiros. Confira os dados:

13/03/2020 – queda de 6,8% (10.918 passageiros a menos);
14/03/2020 – queda de 14,5% (12.905 passageiros a menos);
15/03/2020 – queda de 31,1% (16.870 passageiros a menos).

PREVENÇÃO

Além disso, por conta do coronavírus, a TrensUrb informou que aumentou as ações de limpeza dos trens.

Desta forma,  toda a vez que estas composições chegam às estações terminais de Novo Hamburgo e Mercado, 50 profissionais da limpeza divididos em diferentes horários do dia, desinfetam os locais de maior contato dos passageiros com álcool 70%.

Desde o dia 05 de março, no horário de pico a empresa coloca a disposição trens acoplados, que aumentam a oferta de lugares e o conforto, colaborando também na prevenção de doenças respiratórias, principalmente o COVID-19.

De acordo com o diretor-presidente da Trensurb, Pedro Bisch Neto, “são três os eixos das ações: fornecer e exigir o uso de elementos de proteção individual por todos os funcionários encarregados da desinfecção e higiene dos trens e estações; aumentar a oferta de trens nos horários de pico, diminuindo a concentração de usuários; e, ainda, o reforço na campanha de esclarecimento aos usuários, através de impressos, avisos sonoros e mídias sociais”.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta