CPTM cria ‘Espaço Acolher’ para atendimento de casos de assédio

Estação Tamanduateí será primeira a receber espaço. Foto: Adamo Bazani.

Ao todo, oito estações recebem a estrutura

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou que nesta segunda-feira, 09 de março de 2020, lançou um programa inédito e permanente de rede de proteção para as passageiras e colaboradoras da Companhia, chamado “Em Movimento por Elas”.

Dentro deste programa, está inclusa a inauguração de um espaço para atendimento exclusivo de passageiras que tenham sofrido qualquer tipo de importunação sexual nas estações e trens, denominado “Espaço Acolher”.

Esta estrutura será inaugurada em oito estações, que funcionam durante todo o período comercial, visando oferecer mais acolhimento, privacidade e evitar constrangimento para as vítimas e testemunhas.

Confira as datas de implantação em cada estação, segundo a CPTM:

  • 09/03 – Estação Tamanduateí (10-Turquesa)
  • 11/03 – Estação Pinheiros (9-Esmeralda)
  • 12/03 – Estação Guaianases (11-Coral), Dom Bosco (11-Coral) e Tatuapé (11-Coral, 12-Safira e 13-Jade)  
  • 13/03 – Estação Carapicuíba (8-Diamante), Palmeiras-Barra Funda (7-Rubi e 8-Diamante) e Franco da Rocha (7-Rubi).

PESQUISA

Além disso, uma nova pesquisa será realizada durante a próxima semana com o público feminino da Companhia com o seguinte questionamento: “sofreu importunação sexual no transporte público? Se sim, onde e se houve denúncia”. Segundo a CPTM, o resultado ajudará em novas campanhas de conscientização contra o assédio sexual.

“A Companhia foi a primeira empresa ferroviária do país a realizar pesquisa somente com mulheres em 2018, quando mapeou o perfil das mulheres, que representam mais de 50% dos passageiros. Foi apontado que 65% das passageiras têm entre 18 e 34 anos, 70% trabalha com carteira assinada e 58% é a responsável financeira pela casa.”

A nova pesquisa “Voz Feminina” CPTM será feita somente com entrevistadoras mulheres para que as passageiras fiquem à vontade para responder e será realizada nas seguintes estações de maior movimento:

09/03 – Estação Brás (7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade)

11/03 – Estação Palmeiras-Barra Funda

13/03 – Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André e Pinheiros

SAÚDE E BELEZA

Outra atividade anunciada é que, entre os dias 9 e 13, também serão realizadas ações de cultura, saúde e beleza.

Na terça-feira, 10, a CPTM assinará uma parceria com o Instituto Avon, que desenvolve há 16 anos ações de enfrentamento de violências contra mulheres e meninas, durante o I Encontro de Ferroviárias, que será realizado na Sala São Paulo com a presença das colaboradoras da empresa.

No evento, convidadas irão discutir “A importância da Mulher na sociedade”. Entre elas estará a primeira diretora da história da CPTM, Felissa Sousa Alarcon, Diretora Financeira desde julho de 2019.

“O Instituto Avon vai participar do programa com treinamento das equipes de estação e segurança sobre violência contra mulheres e meninas, workshop para colaboradores sobre o papel dos homens no enfrentamento à essas violências, criação de nova campanha contra assédio sexual nos trens e estações, apoio para estruturação do canal de denúncia, além de doação de cartilhas sobre Relacionamentos Saudáveis e Detecção Precoce do Câncer de Mama”, informou a CPTM, em nota.

Confira o cronograma:

09/03 –  Teste gratuito de HIV e orientação de DST’s na Estação Itaim Paulista (12-Safira), das 9h às 16h

11/03 – Teste gratuito de glicemia, colesterol e pressão na Estação Poá (11-Coral), das 11h às 15h. 

11/03 – Apresentação do Projeto “Espalha Graça do Forró”, composto por um trio feminino, às 12h15 na Estação Pinheiros (9-Esmeralda)

12/03 – Corte de cabelo, maquiagem e esmaltação em pareceria com o Instituto Embelleze para Mulher na Estação Itaim Paulista (12-Safira), das 11h às 16h

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta