Ônibus do BRT e trens no Rio de Janeiro operam com velocidade reduzida devido às chuvas

Estação do BRT de Olaria neste domingo. Foto: Redes sociais.

No fim de semana, alagamentos provocaram interrupções nos transportes

JESSICA MARQUES

Os ônibus do BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido) e os trens do Rio de Janeiro estão circulando com velocidade reduzida nesta segunda-feira, 02 de março de 2020, devido às fortes chuvas que atingem a cidade.

No fim de semana, alagamentos provocaram interrupções nos transportes. Nesta segunda, o município segue em estado de alerta e as concessionárias SuperVia e Consórcio BRT alertam para lentidão na operação.

Os trens no trecho Central do Brasil – Gramacho e no ramal Belford Roxo operaram com intervalo irregular durante toda a manhã. Além disso, até 15h serão realizados serviços de manutenção em cabos da rede aérea no trecho entre as estações Pavuna e Agostinho Porto.

“Ainda estamos em estágio de alerta por conta das chuvas e nesses casos, os trens podem circular com velocidade reduzida e maior tempo para embarque e desembarque para a segurança de todos. Seja compreensivo”, informou a SuperVia, por meio das redes sociais.

A concessionária alertou ainda que o Espaço Gratuidade não está realizando atendimentos em função de inoperância no sistema. “Estamos trabalhando para normalizar o serviço o mais breve possível”, informou.

BRT

Por sua vez, as linhas do BRT estão operando normalmente, mas o consórcio informou em nota que “as fortes chuvas agravam ainda mais as condições já precárias das pistas, principalmente nos corredores Transoeste e Transcarioca”.

“Os buracos nas pistas ficaram ainda maiores, o que obriga os motoristas a frear em certos pontos, diminuir muito a velocidade ou até sair da pista exclusiva, ficando a mercê do tráfego comum. Deste modo, a regularidade dos intervalos pode ser afetada ao longo do dia”, informou o BRT Rio.

“Como há a previsão de chuva forte para as próximas horas, continuamos atentos à formação de bolsões d’água e alagamentos. Vale lembrar que o nosso Centro de Controle Operacional funciona 24 horas e todas as informações estão sendo atualizadas em tempo real em nossos perfis nas redes sociais”, completou.

CHUVAS

Em nota, a Prefeitura informou que o Rio segue em estágio de alerta, quarto nível em uma escala de cinco, que significa ocorrências graves.

“De acordo com o Alerta Rio, entre 0h de domingo (010/3) e 8h desta segunda, choveu mais da metade da média para o mês de março em toda a cidade. Santa Cruz foi o bairro com maior volume: choveu quase o equivalente ao mês todo em 32 horas. O acumulado é de 154,6mm, bem próximo da média na estação pluviométrica para o mês de março, que é de 155,3mm.”

Equipes atuam em 22 ocorrências, sendo 19 pontos com acúmulo de água e três quedas de árvores. Confira as atualizações divulgadas pela Prefeitura:

– Mergulhão Billy Blanco U, na Barra da Tijuca, está liberado.
– Acúmulo de água em 19 pontos da Zona Oeste da cidade.
– Queda de árvore em Paquetá, Taquara e São Conrado.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta