CPTM afirma que furto de cabos impediu trens da Linha 8 de saírem do pátio de Presidente Altino

Publicado em: 27 de fevereiro de 2020

Foto ilustrativa (Linha 8-Diamante)

Intervalo médio entre composições ficou maior, passando de 6 para 8 minutos, e só foi normalizado por volta das 08h:45

ALEXANDRE PELEGI

Os trens da Linha 8-Diamante da CPTM circularam com intervalos maiores na manhã desta quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020 desde às 05h:50.

De acordo com a Companhia, um furto de cabos impediu que algumas composições saíssem do pátio de Presidente Altino.

Por conta disso, o intervalo médio entre os trens na Linha 8-Diamante fioou maior, passando de 6 para 8 minutos.

A situação persistiu até por volta de 08h:45, quando finalmente foi normalizada, segundo registro da Companhia.

Em nota encaminhada ao Diário do Transporte, a CPTM afirmou que já estava atuando nos reparos para que mais composições entrassem em operação o mais rápido possível.

Ainda segundo a nota, a Companhia pede desculpas aos passageiros “e lamenta que pessoas mal intencionadas danifiquem o patrimônio público. A Companhia investe em segurança a fim de inibir a ação de vândalos. Para isso, reforça o patrulhamento ostensivo e preventivo, organizando rondas 24 horas nos 271 km quilômetros da malha ferroviária, além de blitz e operações especiais com a participação da Polícia Militar e Civil”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Carlos Alberto da Costa disse:

    Esses roubos são feitos pelas favelas ao entorno da linha CPTM de Presidente Altino, Jaguaré, Ceasa, etc isso já vem acontecendo a muito tempo em SP e lugares onde tem favelas espalhadas ao longo dos trilhos de trem.

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Senhor Presidente da CPTM, alguma coisa está muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito errada na área da segurança da CPTM.

    Já passou da hora da presidência intervir nessa questão.

    Agora eu queria entender como alguém rouba cabo e não toma uma descarga elétrica.

    Será que a energia está sendo desligada para facilitar o furto?

    Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh, senhor Presidente da CPTM

    “CUIDADO COM O VÃO E A ALTURA ENTRE O TREM E A PLATAFORMA”

    OBS.: Sábado passei numa estação (acho que Vila Clarice) onde eu tomei um susto tamanho o vão da altura entre a plataforme e o trem coreano.

    Vamos trabalhar né, ao menos encerrar o contrato com a atual empresa responsável pela segurança geral da CPTM

    Att,

    Paulo Gil.

Deixe uma resposta