Termina greve de ônibus em Blumenau

Publicado em: 26 de fevereiro de 2020

Funcionários do sistema nunca tiveram participação nos lucros e resultados

Decisão ocorreu depois de reunião em sindicato

ADAMO BAZANI

Os ônibus da empresa BluMob, de Blumenau (SC), voltaram a funcionar normalmente na tarde desta quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020.

Os trabalhadores dos transportes entraram em greve parcial pela manhã alegando que a companhia não estaria negociando cláusulas apresentadas durante a companha salarial de novembro de 2019 pelo desembargador do TRT – Tribunal Regional do Trabalho, Roberto Luiz Guglielmetto, e que haviam sido aceitas em assembleia.

Na ocasião, os trabalhadores abriram mão do aumento real de 5% nos salários pedido no início da campanha salarial, em troca de reajuste salarial e no vale-alimentação, de 2,55%, índice correspondente à inflação acumulada dos 12 meses anteriores, manutenção de benefícios sociais e Participação nos Lucros e Resultados, item que não existe na categoria do sistema municipal.

O reajuste de 2,5% nos salários foi pago pela empresa, mas os trabalhadores dizem que não houve avanço nas demais cláusulas, como aumento real de salário, criação da Participação nos Lucros, reajuste real do vale-refeição, mudança da data-base de novembro para setembro e mudança do nome da função de cobrador para agente bordo.

O Sindetranscol sustentou que cumpriu determinação judicial de 90% da frota nas ruas.

Por causa da greve, os corredores de ônibus da cidade foram liberados até às 20h para veículos comuns, com exceção da Rua 2 de setembro, que é no contra fluxo.

Atualmente, o salário de um motorista da BluMob é de R$ 2.614,85 e de cobrador é de R$ 1.530,79. O vale-alimentação é de R$ 820,40

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta