Pagamento do IPVA de veículos com placas de final zero vence nesta quarta-feira, 26, em SP

Publicado em: 25 de fevereiro de 2020

Alíquotas variam de acordo com tipo de veículo.

Limite vale tanto para parcela única sem desconto ou segunda parcela

ADAMO BAZANI

Proprietários de veículos particulares ou comerciais não isentos do IPVA com placas de final 0 devem estar atentos porque termina nesta quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020, o prazo para pagar a segunda de três parcelas ou a parcela única sem desconto em São Paulo.

A data original era segunda-feira, 24, mas as agências bancárias não funcionaram, postergando assim o limite.

As agências bancárias só reabrem a partir do meio dia na quarta-feira de cinzas.

O IPVA pode ser pago na rede bancária autorizada (guichê do caixa, autoatendimento, internet banking, débito agendado) ou nas casas lotéricas, utilizando o código RENAVAM que está no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV.

Quem atrasar o pagamento do IPVA estará sujeito a penalidades de trânsito e multas.

Já o proprietário do veículo que perdeu o parcelamento em janeiro pode pagar com cartão de crédito ou débito, à vista ou parcelado, nos postos das empresas credenciadas que atualmente são a Taki (Taki Pagamentos S/A) e Pinpag (Esmeralda Serviços Digitais Ltda).

As regras e os endereços, os donos de automóveis podem ver nesta seção da página da Secretaria de Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo.

Confira:

https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/Paginas/Parcelamento-no-Cart%C3%A3o.aspx

ÔNIBUS E MICRO-ÔNIBUS:

Os ônibus e micro-ônibus usados exclusivamente no transporte público de passageiros, urbano ou metropolitano não pagam IPVA no estado de São Paulo, mediante cadastramento. O link para o registro e informações é:  https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/Paginas/gu-isencao-onibus-transporte-urbano.aspx

Ônibus e micro-ônibus usados em fretamento contínuo também estão isentos de IPVA, mas é necessário preencher um cadastro no seguinte link da Secretaria Estadual da Fazenda de São Paulo: https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/Paginas/gu-isencao-onibus-fretamento-continuo.aspx

ALÍQUOTAS:

As alíquotas variam de acordo com o tipo de veículo e incidem sobre o valor de venda oficial de cada modelo.

Ônibus e Micro-ônibus: 2% sobre valor venal do veículo

Automóveis a gasolina e bicombustível: 4% sobre valor venal do veículo

Picapes cabine dupla: 4% sobre valor venal do veículo

Automóveis a álcool, eletricidade ou gás, exclusivos ou combinados entre si: 3% sobre valor venal do veículo.

Caminhões: 1,5% sobre valor venal do veículo

Motor-casa : 4% sobre valor venal do veículo

Motos Similares: 2% sobre valor venal do veículo

Camionetas e utilitários: 2% sobre valor venal do veículo

Veículos com mais de 15 anos são isentos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta