Pontos de alagamento afetam linhas de ônibus da Região Metropolitana de São Paulo nesta quarta-feira

Publicado em: 19 de fevereiro de 2020

Em Itapevi, um ônibus intermunicipal ficou ilhado na Estrada da Roselândia e os passageiros precisaram subir no teto. Foto: Reprodução / TV Band.

Enchentes alteraram itinerários em Itapevi, Jandira, Barueri, Cotia, Carapicuíba e na capital paulista

JESSICA MARQUES

No início da noite desta quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020, diversos pontos de alagamento afetaram linhas de ônibus da Região Metropolitana de São Paulo.

Enchentes alteraram itinerários em Itapevi, Jandira, Barueri, Cotia e Carapicuíba, conforme informado pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) por meio das redes sociais.

Em Itapevi, um ônibus intermunicipal ficou ilhado na Estrada da Roselândia e os passageiros precisaram subir no teto do coletivo para fugir da água da enchente.

Um helicóptero Águia da Polícia Militar foi acionado para auxiliar no resgate dos passageiros. A GCM (Guarda Civil Municipal) também atuou na retirada das pessoas do veículo.

Em Barueri, um ponto de alagamento próximo à estação Jardim Silveira afetou a operação das linhas de ônibus 133, 133BI1, 291, 420, 463, 518 e 833 da EMTU, além dos itinerários municipais.

Em Carapicuíba, foram registrados pontos de alagamento nos bairros Cidade Ariston e Planalto.

Na capital paulista, ocorreu o transbordamento do Córrego Ipiranga e alagou a Avenida Professor Abraão de Morais. A enchente afetou linhas de ônibus com destino a São Bernardo do Campo e Diadema, no ABC Paulista, como a 050, 051, 279, 358 e 446.

Nas cidades do ABC, porém, não foram registrados pontos de alagamento nesta quarta-feira, conforme informado pelas administrações municipais.

A chuva também causou reflexo no trânsito da região central da cidade de São Paulo, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/02/19/chuva-causa-alagamentos-e-alteracoes-no-transporte-publico-da-capital/

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta