ENTREVISTA: São Paulo terá ônibus com espaço para bagagens e agentes de bordo em linha do aeroporto de Congonhas, diz Edson Caram

Publicado em: 14 de fevereiro de 2020

Veículos têm piso baixo para facilitar acesso

Tarifa será de R$ 4,40. Serviço começa neste domingo, 16. Haverá também atendente de bordo. Trajeto faz ligação até linha 1-Azul do Metrô

ADAMO BAZANI

OUÇA A ENTREVISTA:

O sistema de ônibus municipais de São Paulo terá a partir deste domingo, 16 de fevereiro de 2020, um serviço diferenciado entre o Aeroporto de Congonhas e a estação São Judas, da linha 1-Azul do Metrô, ambos locais na zona Sul

Para isso, será requalificado o atendimento da linha 609J/10 – Aeroporto – Metrô São Judas, operada pela empresa MobiBrasil e gerenciada pela SPTrans – São Paulo Transporte.

A tarifa continua sendo a mesma de todo o sistema: R$ 4,40.

Uma das novidades é que os ônibus não terão catracas.

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, disse em entrevista ao Diário do Transporte que os coletivos terão agentes de bordo que, além de cobrarem a passagem, vão auxiliar os passageiros com bagagens e informações.

“Esse agente vai estar nos ônibus para atender melhor o passageiro do sistema” – disse

A linha terá coletivos com piso baixo, motor traseiro e espaço para bagagens para facilitar o deslocamento de quem vai viajar ou está chegando de viagem com malas.

Estes ônibus vão substituir os atuais veículos da linha que possuem motor dianteiro e piso alto (com degraus), o que dificulta o acesso de quem está com bagagem.

Caram disse ainda que a estimativa é de aumento de demanda na linha e que mais serviços semelhantes podem ser criados na cidade em outras rotas.

“Com essa inovação, a tendência é de aumento de passageiros porque haverá uma condição melhor de transporte. Será uma tarifa muito mais reduzida em relação a qualquer outro tipo de serviço. O passageiro vai num ônibus confortável, sem problemas com a bagagem. É um serviço de excelência e se der certo, a ideia é espalhar mais serviços deste pela cidade” – afirmou o secretário.

36051a2e-278a-4252-b05a-c3b46142a4da

Ar-condicionado, sinal de wi-fi, carregadores USB para celulares e notebook, vidros colados, suspensão a ar, transmissão automática, rampas para pessoas com dificuldade de locomoção e espaços para cão guia e cadeiras de rodas estão entre os itens dos ônibus que já são exigidos na frota classificada pela SPTrans como “padron”.

O ponto fica no piso inferior do aeroporto, na área de desembarque (Plataforma B), perto de onde param os carros de aplicativo e os ônibus executivos. Já no Metrô São Judas, o embarque é em frente à estação.

Segundo nota da empresa MobiBrasil, “o intervalo médio de oito minutos entre partidas e horários de operação nos dias úteis das 04h20 às 23h40 e, aos sábados e domingos, das 05h20 às 23h40.”

Ainda de acordo com o secretário Edson Caram, haverá informações sobre a linha já dentro do aeroporto.

“Nós vamos ter vídeos em 50 totens dentro do próprio aeroporto, adesivos espalhados em 30 locais, painel com uma saída específica para pegar o ônibus, painel junto ao ponto de embarque, adesivos em 200 carrinhos de mala, distribuição de panfletos e os banners na própria estação São Judas do Metrô” – explicou Caram.

Aeroporto recebeu banners e divulgações sobre linha

Em 11 de outubro de 2019, o Diário do Transporte constatou a dificuldade de quem depende de aplicativos de transportes, como Uber e 99, no aeroporto em vésperas de feriado e horários de pico. Em dias de chuva ou qualquer alteração no trânsito, a situação de quem usa aplicativo também se complica devido aos altos preços das tarifas dinâmicas e constantes cancelamentos dos motoristas dos apps.

Na ocisão, a reportagem para seguir do Aeroporto para Santo André, no ABC, usou o ônibus da linha 609J/10, o Metrô e a CPTM. O trajeto foi rápido, barato e confiável, mas na ocasião, nem o coletivo e nem as estações ofereciam condições ideais para quem está com malas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/10/14/cronica-a-farsa-da-confiabilidade-dos-aplicativos-de-transporte-individual/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. jackson disse:

    era pra ser uns onibus seletivos…. igual os que eram utilizados na extinta linha 409J

  2. Luis Nunez disse:

    Que bom! O transporte coletivo tem várias demandas, e a gerenciadora e as empresas tem que se adaptar para atrair demanda.

  3. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Mais uma sugestão a lá Paulo Gil, parcialmente atendida.

    Tem de ser micro buzinho rodoviário com bagageiro.

    Padron, degrau ALTO interno, motor traseiro pesadão sem torque e aquele monte de ferro retorcido dentRo não dá né.

    Tem de ser micro buzinho no VAPT VUPT

    Chegar de viagem e pegar um pau de arara.

    kkkkkkkkkkkKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Acorda fiscalizadora, já tem aplicativo, assim não vai puxar demanda NUNCA.

    E sem choradeira em tubaranzada.

    Depois não digam que o Paulo Gil não avisou.

    “FAÇAM BEM FEITO DA PRIMEIRA VEZ”

    Att,

    Paulo Gil.

  4. Francisco Alves disse:

    Parabens pela inciativa pena que na estação Sao Judas, não conta com o serviços de escadas rolantes, quem sabe agora elas apareçam.

  5. Angela Brun disse:

    Gostaria que a Empresa Pássaro Marrom voltasse a operar a Linha Taubaté-Aeroporto de Cumbica. É muito demorado termos que nos deslocar com as bagagens para a Rodoviária de São José dos Campos para depois pegarmos o ônibus que nos levará ao aeroporto..

  6. Anderson disse:

    A proposta é excelente, precisa mesmo de um serviço assim.
    Mas em vez de o final ser no Metrô São Judas, poderia ser no Conceição, quem tem uma infraestrutura de mini terminal de ônibus, o que seria mais cômodo, tanto para o embarque como o desembarque do ônibus com malas.

  7. Neide Dell Acqua disse:

    Insistentimente pedimos a volta do Cometa , da Rodoviária Sorocaba ao Aeroporto de Guarulhos.
    Nunca entendemos a suspensão do que tanta falta nos faz . Penso seria justo conosco.

  8. Roberson disse:

    Paulo Gil, poderiam pensar também em ônibus elétricos da BYD, sua observação foi perfeita

  9. Paulo Gil disse:

    Roberson, boa noite.

    Muito bem lembrado. inclusive com a carroceria Volare Acess.

    Mas essa linha ainda com o tipo de buzao errado não se sustenta.

    Só marketing.

    Daqui 6 meses ou menos a linha acaba.

    PREVISIVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Att,

    Paulo Gil

  10. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Antes que alguém reclame, vou dar exemplos dos micros buzinhos que são os corretos para atender uma linha de aeroporto.

    Quem sabe a fiscalizadora aprende.

    Os link´s estão separados porque o word press trava ou bloqueia; mas tem o título também para vocês acessarem o youtube pelo título e assistirem os vídeos.

    IVECO Cuby MidiBus

    https://www.youtube.com/

    watch?v=XdXWOGGlkPg&t=143s

    SPRINTER CUBY Tourist Line HD

    https://www.youtube.com/

    watch?v=7sOc6pQrREc

    Att,

    Paulo Gil
    “Buzão e Emoção é a Paixão”

Deixe uma resposta