Itabuna (BA) tem reajuste na tarifa de ônibus a partir de março

Publicado em: 11 de fevereiro de 2020

Prefeito afirmou que as empresas que operam o transporte coletivo na cidade terão a obrigação de melhorar as condições dos veículos.

Valor vai passar de R$ 3,20 para R$ 3,70

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Itabuna, na Bahia, vai reajustar a tarifa de ônibus a partir do dia 1º de março de 2020. O aumento da passagem ocorre após o prefeito Fernando Gomes assinar o Decreto de nº 13.553, de 30 de janeiro de 2020.

O novo valor, de acordo com o prefeito, será de R$ 3,60 para o usuário do transporte coletivo que adquirir o Cartão Eletrônico, e R$ 3,70 para aquele que fizer o pagamento em dinheiro diretamente ao cobrador do veículo.

O documento define que o aumento da passagem entra em vigor em 30 dias após a publicação. Atualmente, a passagem está em R$ 3,20 para o pagamento em dinheiro.

Em nota, o prefeito detalhou a necessidade de reajuste da tarifa em cumprimento às normas do contrato de Concessão do Serviço de Transporte Coletivo (nºs 184/2016 e 185/2016), firmado na gestão anterior, e que determina a revisão ordinária da tarifa a cada três anos.

“Mesmo após o reajuste, o município de Itabuna permanece com a menor tarifa ao comparar com as principais cidades do Estado. Ilhéus e Vitória da Conquista, por exemplo, a passagem custa R$ 3,80, em Feira de Santana R$ 3,95, e em Salvador R$ 4,00”, disse o prefeito.

O chefe do Executivo afirmou ainda que as empresas que operam o transporte coletivo na cidade terão a obrigação de melhorar as condições dos veículos.

“Se fosse seguir o resultado do Estudo de Equilíbrio Econômico realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), contratada pelas empresas, a tarifa custaria mais de R$ 4,00.”

O prefeito informou também que realizará uma licitação em parceria com o governo do estado, com a finalidade de pavimentar todas as vias do município que são utilizadas como corredores dos ônibus do transporte coletivo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Karen Silva de Souza disse:

    Porquê eu não consigo recarregar o bilhete único da minha filha

Deixe uma resposta