Volvo prevê venda de 100 ônibus de 15 metros para Belo Horizonte e Recife

B270F pode transportar até 50% mais passageiros por meio de instalação de terceiro eixo. Foto: Divulgação.

Fabricante também negocia com empresas da capital paulista

JESSICA MARQUES

O presidente da Volvo Buses, Fabiano Todeschini, afirmou que prevê a venda de 100 ônibus de 15 metros para Belo Horizonte, em Minas Gerais, e Recife, em Pernambuco.

A projeção foi feita em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 05 de fevereiro de 2020, com participação do Diário do Transporte. Segundo o executivo, na capital mineira o veículo já foi homologado.

“Visitamos Belo Horizonte, temos um veículo que foi testado e homologado lá no ‘padrão Kalil’, com ar-condicionado, toda estrutura. Recife também está buscando e estamos em negociação. A previsão de vendas é de 50 unidades em cada um dos mercados, totalizando 100”, disse.

“Esse veículo acaba substituindo o articulado a um custo mais aceitável para o operador. Tendo Recife e Belo Horizonte homologando e tendo esse veículo, muitas cidades vão procurar”, completou.

De acordo com Todeschini, além do 15 metros as empresas também se interessaram por outros chassis, mas esse modelo é o de maior procura, por diversos fatores.

“Cabe mais de 100 passageiros em um veículo desse. Estive em Belo Horizonte e acompanhei um desses ônibus. O desempenho é muito interessante e o operador consegue adequar dentro de uma tarifa possível que estamos vendo hoje nas cidades do Brasil”, explicou.

Para a capital paulista, até o momento, não é possível fazer uma previsão de vendas, segundo o executivo, mas as negociações estão em curso.

“Em 2018, na capital paulista, vendemos 150 veículos. Ano passado foram 200 ônibus do nosso B250R, que foi um sucesso. Temos relacionamento com a Santa Brígida, Gato Preto e outros clientes. A experiência de consumo de combustível e qualidade do produto foram fantásticas, porque era um produto novo para nós na época e não tivemos problema de qualidade nenhum, ele foi bem apreciado”, afirmou.

Além de questões operacionais e econômicas, Todeschini destaca outras características do chassi que atraem operadores, como a capacidade de controlar a frota por conectividade, por exemplo.

O CHASSI

A Volvo apresentou na Lat.Bus & Transpúblico 2018 o chassi urbano preparado para carrocerias de 15 metros. A nova versão do B270F pode transportar até 50% mais passageiros por meio de instalação de terceiro eixo.

Segundo a Volvo, o chassi B270F é o único 4×2 com motor dianteiro do Brasil preparado para receber uma carroceria de 15 metros, que permite a instalação de um terceiro eixo.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/08/03/transpublico-2018-volvo-apresenta-chassi-urbano-preparado-para-carrocerias-de-15-metros/

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Jairo O. Salles disse:

    Motor dianteiro para ônibus já é passado em muitos países só aqui no Brasil que ainda insistem com essa porcaria que vai aos poucos adoecendo seus condutores com barulho e calor alí na frente além de dificultar a entrada dos passageiros.

Deixe uma resposta