Teresópolis (RJ) inicia integração domingo e reajusta tarifa para R$ 4,40 em 16 de fevereiro

Publicado em: 28 de janeiro de 2020

Também a partir de domingo, Viação Dedo de Deus assume novas linhas. Foto: divulgação.

Medida foi publicada em Diário Oficial

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Teresópolis, no Rio de Janeiro, determinou por meio de um decreto que o sistema de integração do transporte coletivo da cidade, o Integra Terê, terá início neste domingo, 02 de fevereiro de 2020.

O mesmo decreto, 5.240/2020, também determina um reajuste na tarifa de ônibus da cidade de R$ 4 para R$ 4,40 a partir do dia 16 de fevereiro, um domingo.

“Na área urbana, entre os dias 2 e 15 de fevereiro, período em que a população estará se adaptando ao sistema de integração, o preço da passagem de ônibus permanecerá em R$ 4. Do dia 16 em diante, o valor passará para R$ 4,40”, informou a Prefeitura, em nota.

O ‘Integra Terê’ – Sistema Integrado de Transporte Público e Mobilidade Urbana institui o cartão de integração de bilhetagem eletrônica e permite que os usuários de ônibus e micro-ônibus, das linhas urbana e rural, tenham direito a fazer a primeira viagem, mais três transbordos (troca de ônibus) em um único sentido, pagando apenas uma tarifa em um período de até duas horas.

“A integração pode ser feita em qualquer ponto de ônibus, desde que o usuário tenha o cartão do bilhete eletrônico. O cartão pode ser adquirido na RioCard Mais Teresópolis, localizada na Avenida Feliciano Sodré, 579, na Várzea, na Rodoviária com agentes da empresa e em outros pontos da cidade e no interior, de acordo com lista abaixo. O valor de cartão é de R$ 3, reembolsáveis em caso de devolução, que podem ser pagos no débito ou em dinheiro”, informou a Prefeitura, em nota.

A recarga mínima, no valor de 1 passagem, pode ser feita na RioCard, Rodoviária ou em outros postos avançados, conforme endereços abaixo.

VIAÇÃO DEDO DE DEUS

Além disso, pelo decreto municipal, a partir de domingo, 2, a passagem dos ônibus das linhas “Teresópolis x V do Pião”, “Teresópolis x Água Quente”, “Teresópolis x Serra do Capim”, “Teresópolis x Ponte Nova”, “Teresópolis x Vieira”, “Teresópolis x Bonsucesso”, “Teresópolis x Mottas” e “Teresópolis x Queiroz” serão reduzidas de R$ 5,30 para R$ 4,40. Essas linhas passarão a ser operadas pela Viação Dedo de Deus.

Em setembro de 2019, a Prefeitura de Teresópolis informou que recebeu a manifestação de interesse da empresa Viação Teresópolis de entregar a concessão do serviço de transporte de passageiros, que operava com sete linhas operando no município.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/09/02/viacao-teresopolis-manifesta-interesse-em-entregar-concessao-do-transporte-coletivo/

O ‘Integra Terê’ começou a ser implantado em setembro de 2018 pela linha Imbiú x Rodoviária e, em março de 2019, passou a beneficiar os moradores do Parque Ermitage. O programa atende a projeto de lei de autoria do vereador Maurício Lopes.

Informações sobre a integração podem ser conferidas no site www.integratere.teresopolis.rj.gov.br.

Pontos de recarga

Drogarias TNG
End: Rua Wilhelm Kleme, 255 – Ermitage

Drogarias TNG
End: Rua Tenente Luiz Meirelles, 540 – Centro

Relojoaria Brilhante/Rodoviária
End: Rua Waldir Barbosa Moreira, 12 – Centro

Loja Riocard
End: Av. Feliciano Sodré, 579 – Centro

Equipes volantes de venda – ficam nesses pontos até 28 de fevereiro

  • Pessegueiros – Estrada Rio-Bahia, próximo ao km 68 (Referência: Centro Municipal de Saúde Pessegueiros e Igreja São Charbel)
  • Imbiú – Estrado do Imbiú (Referência: PJ Bebidas e Minimercado, Padaria Pais e Filhos, A. Gaspar Alimentos, JL Posto Gasolina e Igreja Evangélica Luz para as Nações)
  • Vargem Grande – Estrada Teresópolis-Friburgo, km 12 (Referência: Posto Petrobras, Supermercados Penedo e Posto da PM)
  • Prata – Rua Avelino Machado Bastos, 33 (Referência: SuperGasbras)
  • São Pedro – Praça dos Expedicionários
  • Meudon – Av. Melvin Jones com Tv. Augusto Sevilha (Referência: Colégio Estadual Lions Clube e Centro Comercial do Meudon)
  • Alto – Rua Alfredo Rebello Filho, próximo ao nº 457 (Referência: Terminal do Alto)

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Mats disse:

    A cidade está sendo gentrificada. Querem que os pobres não tenham acesso ao centro, onde acontecem os festivais elitistas de cerveja. Teresópolis é uma vergonha na hora de lidar com as pessoas que não estejam cheias de dinheiro no bolso.

Deixe uma resposta