São Bernardo do Campo prorroga licitação para elaboração de estudos e projetos de mobilidade urbana na região central do município

Publicado em: 25 de janeiro de 2020

Rudge Ramos está entre os bairros que já receberam corredor de ônibus. Foto: Adamo Bazani.

Estudos focam região nas proximidades da futura interseção entre os corredores de ônibus Faria Lima e Leste-Oeste

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de São Bernardo do Campo, município da Grande São Paulo, prorrogou para o dia 13 de fevereiro a licitação para a contratação de serviços especializados de engenharia para a elaboração de estudos e projetos de mobilidade urbana na região central da cidade.

Os estudos e projetos deverão considerar a aplicação de conceitos inovadores de mobilidade urbana, tais como os de “Ruas Completas”, “Segurança Viária” e DOT’s (Desenvolvimento Urbano Orientado ao Transporte) como melhorias potenciais a serem implementadas nas áreas selecionadas.

Segundo o Termo de Referência que norteia o Edital, as intervenções físicas e operacionais deverão ter o condão de melhorar as condições de acessibilidade e mobilidade nos locais objeto de estudo.

Deverão ser “intervenções de caráter de requalificação local, de segurança viária com ênfase aos usuários do transporte coletivo, ou mesmo de caráter urbanístico, paisagístico e outras afins que possam melhorar a mobilidade local e a integração da via com o seu entorno”.

A ideia é que o projeto possa depois ser escalado, ou seja, aplicado em outros outros locais com características semelhantes, “buscando uma ocupação mais democrática e a consequente valorização do espaço público, acompanhada da melhoria nas condições de segurança de seus usuários (moradores, comerciantes locais, pedestres, usuários do transporte coletivo e motoristas, entre outros)”.

VIAS OBJETO DOS ESTUDOS E PROJETOS:

Em função de suas características físicas e funcionais, assim como de sua relevância para o município, foram selecionadas as seguintes vias e trechos:

Rua Marechal Deodoro (desde a Av. Rotary até a Av. Brig. Faria Lima): extensão aproximada de 2,6 km.

Av. Prestes Maia, nos trechos compreendidos entre os cruzamentos com a R. João Pessoa (inclusive) e a Av. Brig. Faria Lima (trecho existente de aproximadamente 500 m) e entre a Av. Brig. Faria Lima e a R. Jurubatuba (trecho em execução com cerca de 150 m de extensão, conforme Projeto Executivo do Corredor Leste-Oeste).

A Rua Marechal Deodoro, cuja diretriz se desenvolve paralelamente à Av. Faria Lima, constitui um dos mais importantes eixos comerciais e de serviços da área central da cidade, atraindo grande quantidade de pedestres e de veículos. O cruzamento desta rua com a Av. Prestes Maia dar se á nas proximidades da futura interseção entre os corredores de ônibus Faria Lima e Leste-Oeste, importantes eixos estruturais de transporte coletivo do Município. A implantação do Corredor Leste-Oeste na diretriz da Av. Prestes Maia permitirá, no âmbito dos estudos e projetos ora contratados, analisar a proposição de diferentes medidas de segurança viária associadas a corredores segredados de transporte público no segmento selecionado objeto de estudo.”

Sobre os projetos de corredores, leia a matéria publicada no Diário do Transporte em 6 de dezembro de 2019: De 12 corredores prometidos para SBC, quatro estão em projeto e seis em execução, segundo a Prefeitura

PROGRAMA DE INFRAESTRUTURA URBANA, O PROINFRA/CAF:

A licitação se dá no âmbito do Programa de Infraestrutura Urbana, o PROINFRA/CAF, financiado parcialmente com recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina – CAF. O Contrato de Empréstimo foi assinado em 05 de outubro de 2017.

O objetivo do Programa é contribuir para o desenvolvimento e integração econômica e social do município, “mediante melhoria da infraestrutura urbana instalada através da implementação de obras viárias, de mobilidade urbana e de drenagem, acompanhadas de medidas de mitigação e/ou compensação de impactos ambientais e ações de desenvolvimento social”.

O PROINFRA/CAF é constituído por quatro Componentes:

(1) Obras Viárias e Mobilidade Urbana.

(2) Obras de Drenagem.

(3) Ações Ambientais e Sociais.

(4) Gestão do Programa.


SBC_licita mobilidade


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Raul disse:

    Corredor Rudge Ramos na Altura da Faculdade Anhanguera é uma piada partir das 17 horas até às 21 horas corredor virá estacionamento!!!!

  2. Adão Alves da Silva disse:

    Tem possibilidade de um dia chegar trem ou metrô na região de São Bernardo

  3. Eder Antonio Pereira disse:

    No papel tudo ótimo, porém na prática será como os outros corredores em SBCampo que só pioraram o trânsito na cidade ( av Maria Servidei Demarchi) por exemplo, ( av Joaquim Nabuco/ Frei Gaspar) que virou uma bagunça, tem ônibus no corredor e ônibus na faixa de veículos comuns, ponto de ônibus de ambos os lados, ônibus saem do corredor do nada para irem até o ponto do outro lado da via, todos os dias (todos) tem agentes de trânsito para controlar (ou tentar controlar) a bagunça.
    Deveria se chamar projeto imobilidade urbana

Deixe uma resposta