Prefeitura de Maceió passa operação de linhas de ônibus da Veleiro para outras três empresas

Publicado em: 22 de janeiro de 2020

Empresa teve 49 ônibus lacrados nesta terça-feira. Foto: Divulgação.

Mudança foi publicada em Diário Oficial nesta quarta-feira

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Maceió, em Alagoas, passou a operação de quatro linhas de ônibus que estavam sob responsabilidade da Veleiro para outras três empresas de ônibus.

A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira, 22 de janeiro de 2020. Segundo o texto, as concessionárias Viação Cidade de Maceió, Empresa São Francisco e Real Transportes Urbanos ficaram responsáveis pela operação dos itinerários.

A divisão foi feita da seguinte maneira, segundo o texto publicado pela SMTT (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito):

  • A linha 907–Trapiche/ Ufal fica delegada à Real transportes Urbanos,
    devendo operar com seis veículos;
  • A linha 201–Circular fica delegada à Empresa São Francisco,
    devendo operar com sete veículos;
  • As linhas 213–Ponta Verde / Vergel/ Avenida e 210–Ponta Verde /
    Vergel / Santo Eduardo delegadas à Viação Cidade de Maceió, devendo operar com três veículos cada.

O prazo de transferência é de 30 dias. Segundo o decreto, será mantida aos usuários as mesmas integrações temporais já estabelecidas nas linhas atuais.

Confira o decreto, na íntegra:

maceio

SITUAÇÃO DOS RODOVIÁRIOS DA VELEIRO

Após a mudança, dando continuidade a propostas em defesa dos Trabalhadores da Veleiro, o MPT-AL (Ministério Público do Trabalho em Alagoas) determinou uma audiência entre as partes envolvidas para a próxima sexta-feira, 24 de janeiro de 2020, às 9h.

O objetivo é buscar uma solução para o pagamento de salários atrasados, férias, tíquete alimentação, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e outras obrigações que afetam cerca de 600 trabalhadores.

A Auto Viação Veleiro, o Sinttro/AL (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários) e a SMTT foram notificados a participar das discussões.

ÔNIBUS LACRADOS

A Prefeitura de Maceió, em Alagoas, lacrou 49 ônibus da empresa Veleiro, responsável pelo transporte coletivo no município. A ação foi realizada na manhã desta terça-feira, 21 de janeiro de 2020, por meio da SMTT.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/01/21/prefeitura-de-maceio-lacra-49-onibus-da-empresa-veleiro/

GREVE

Os funcionários da empresa Veleiro, em Maceió, paralisaram 15 linhas de ônibus na manhã desta terça-feira, 21 de janeiro de 2020.

Os trabalhadores se reuniram na frente da sede da empresa, no Trapiche da Barra, para reivindicar salários atrasados e o pagamento de outros benefícios.

Segundo informações da mídia local, a Polícia Militar foi acionada para intermediar as negociações com a empresa. Ao todo, 600 funcionários atuam na viação.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/01/21/funcionarios-da-empresa-veleiro-paralisam-15-linhas-de-onibus-em-maceio/

JUSTIÇA RECOLHE ÔNIBUS

A Justiça de Alagoas expediu um mandado de busca e apreensão para recolher 30 ônibus da Viação Veleiro que estavam na garagem da empresa, no Trapiche da Barra, em Maceió, Alagoas.

A frota da empresa é de 60 veículos e a apreensão já teve início na sexta-feira, 17 de janeiro de 2020, quando seis carros foram apreendidos pela manhã.

Segundo informações do Sinttro (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas), a medida judicial não tem relação com a greve que teve início nesta quinta-feira, 16.

Os ônibus teriam sido apreendidos porque a empresa comprou os veículos por meio de um empréstimo e não efetuou o pagamento.

Confira aqui o vídeo do momento da apreensão dos veículos

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta