Linha 2-Verde tem operação normalizada

Publicado em: 19 de janeiro de 2020

Aviso de interdição no local de integração entre as linhas 2-Verde do Metrô e 10-Turquesa da CPTM. Foto: Jessica Marques.

Estações amanheceram fechadas para testes no CBTC

JESSICA MARQUES

Às 10h deste domingo, 19 de janeiro de 2020, a operação da Linha 2-Verde foi normalizada, com a abertura das estações. Nesta manhã, todas, de Vila Prudente a Vila Madalena, amanheceram fechadas.

A alteração foi necessária para a realização de testes programados do CBTC (Communications-Based Train Control – sistema de Controle de Trens Baseado em Comunicação), segundo informações do Metrô.

Durante a interdição, os passageiros foram atendidos gratuitamente por ônibus do Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularam entre as estações Vila Prudente e Vila Madalena, segundo o Metrô.

Para os passageiros utilizarem o sistema Paese, foram distribuídas senhas nas estações Tamanduateí, Chácara Klabin, Ana Rosa, Paraíso, Vila Mariana e Paulista.

Segundo a SPTrans, para garantir o deslocamento dos usuários foram implantadas duas linhas especiais: Estação Vl. Madalena – Estação Vl. Mariana, com 40 veículos e Estação Vl. Prudente – Estação Vl. Mariana, com 30 veículos.

LINHA 3-VERMELHA

A Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo está com velocidade reduzida neste domingo, 19 de janeiro de 2020. A operação diferenciada é necessária para instalação dos equipamentos do CBTC.

Segundo informações do Metrô, os equipamentos do CBTC estão sendo instalados entre as estações Carrão e Tatuapé. Por esse motivo, neste trecho as composições vão circular uma única via (via singela) durante todo o dia.

“A mudança do sistema de controle e movimentação dos trens faz parte dos investimentos do Metrô para melhorar a circulação e regularidade dos trens nas linhas 1-Azul (também em instalação), 3-Vermelha e 2-Verde. Nesta última o sistema já está em funcionamento”, informou o Metrô, em nota.

Com o CBTC em operação, é possível diminuir a distância de segurança entre as composições, reduzindo o intervalo entre eles e permitindo a circulação de mais trens simultaneamente, segundo a Companhia do Metropolitano.

“Para informar sobre as alterações programadas, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens e colocará cartazes nas estações. Em caso de dúvidas, a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722) atende diariamente, das 5h00 à meia-noite.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta