Distrito Federal assina ordem de serviço para Túnel de Taguatinga

Publicado em: 19 de janeiro de 2020

Governador Ibaneis Rocha assinou ordem de serviço. Foto: Divulgação.

Investimento é de R$ 275 milhões

JESSICA MARQUES

O Governo do Distrito Federal assinou a ordem de serviço para o Túnel de Taguatinga nesta terça-feira, 14 de janeiro de 2020. O investimento será de R$ 275 milhões (R$ 275.744.558,87).

Segundo informações do próprio governo, o lançamento da obra é uma promessa antiga e uma demanda cobrada pela população por pelo menos dez anos.

O projeto ficará sob responsabilidade do consórcio Novo Túnel. O túnel terá 1.010 metros de extensão e duas vias paralelas, com três pistas de rolagem em cada sentido.

Os recursos são provenientes de financiamento firmado pelo Governo do Distrito Federal com a Caixa Econômica Federal. A construção fará uma ligação subterrânea para quem segue para Ceilândia, Samambaia e Sol Nascente, pela via Elmo Serejo, e oferecerá uma via alternativa pela superfície para o Centro de Taguatinga.

“A construção deve desafogar o trânsito para os mais de 135 mil veículos que circulam diariamente pela região. Além disso, transformará a Avenida Central em um boulevard arborizado com foco nas pessoas e no comércio da região. Calçadas serão revitalizadas e estacionamentos, ampliados. A obra faz parte do Corredor Eixo-Oeste, que terá 38,7 quilômetros de extensão e ligará Ceilândia (Sol Nascente) ao Plano Piloto (Eixo Monumental e Estação Asa Sul), passando por Taguatinga”, informou o Governo, em nota.

PROCESSO

O Governo informou ainda que conseguiu destravar o processo junto ao Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) em 12 de dezembro de 2019, quando o órgão autorizou a continuidade da execução do contrato firmado entre a Secretaria de Obras e Infraestrutura e o Consórcio Novo Túnel.

VIADUTO

Além da obra do túnel, o viaduto da EPTG/EPCT está em fase de conclusão e deve ser inaugurado nos próximos dias, depois de ficar mais de dois anos com obras paradas.

Para 2020 ainda está previsto o início do projeto de revitalização da avenida Hélio Prates.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta