Prefeitura de Arujá (SP) decide não aumentar tarifa dos ônibus municipais

Publicado em: 18 de janeiro de 2020

Ônibus da Viação Arujá. Foto: Matheus Silva / Ônibus Brasil

Empresa que atende a cidade pediu reajuste de 18,22%. Se fosse concedido, passagem passaria de R$ 4,50 para R$ 5,32

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Arujá, município da Região Metropolitana de São Paulo e Alto Tietê, decidiu rejeitar o aumento da tarifa do transporte coletivo.

O anúncio foi feito pelo prefeito José Luiz Monteiro nesta sexta-feira, 17 de janeiro de 2020.

O pedido de aumento apresentado pela Viação Arujá, concessionária do transporte municipal, era de que houvesse reajuste para elevar o valor da passagem dos atuais R$ 4,50 para R$ 5,32 (18,22%).

Com a recusa da prefeitura, a tarifa segue custando R$ 4,50, valor pago desde o último reajuste, realizado em janeiro de 2019. Relembre: Tarifa de ônibus sobe em Arujá e Suzano, na região do Alto Tietê

De acordo com o prefeito, o desemprego e o aumento dos preços, que pesam diretamente no bolso do consumidor, e o pedido de reajuste, que vai além da inflação do período (de 4,3%), foram fatores decisivos para a rejeição do aumento.

Essa foi uma decisão de governo, tomada após os estudos que fizemos. As pessoas que usam as linhas municipais não pagarão mais caro pela passagem em 2020. Sabemos das dificuldades financeiras e o quanto o transporte pesa no orçamento familiar”, afirmou o prefeito em publicação no site da prefeitura de Arujá.

O sistema municipal de transporte coletivo é utilizado diariamente por 9 mil passageiros e conta com 21 ônibus e 14 linhas.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta