Tubarão (SC) apresenta novo modelo de transporte público na segunda-feira, 20

Publicado em: 17 de janeiro de 2020

Assinatura da concessão do transporte público com duração de 20 anos foi feita em julho de 2019. Consórcio tinha prazo de 180 dias para começar a operar, modernizando a frota e apresentando melhorias para o transporte público.

Consórcio Azul assumiu serviço de transporte por 20 anos

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura Municipal de Tubarão, município localizado no sul do estado de Santa Catarina com mais de 100 mil habitantes, vai apresentar o novo sistema de transporte coletivo da cidade.

A secretaria de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento, marcou a apresentação para a próxima segunda-feira, 20 de janeiro de 2020, no teatro da Arena Multiuso, a partir das 19 horas.

Como mostrou o Diário do Transporte, o novo concessionário assinou contrato com a prefeitura em julho de 2019, com prazo de 20 anos e até 180 dias para assumir a operação. Relembre: Tubarão (SC) assina contrato de concessão do transporte público

Segundo a prefeitura, o sistema trará diversas novidades para facilitar a vida dos usuários.

A primeira delas funcionará em período de testes: o aplicativo Moovit, que oferece aos usuários itens como o controle de rotas, distâncias, tempo de espera e o deslocamento em tempo real do ônibus.

Outras novidades dizem respeito à bilhetagem eletrônica. A prefeitura promete introduzir quatro tipos de cartão: comum, estudante, especial (idosos e deficientes) e vale-transporte.

Dos 20 ônibus do Consórcio Cidade Azul (CCA), que assinou contrato de concessão em julho de 2019, cerca de metade terá ar-condicionado. Toda a frota trará equipamento de biometria, para reconhecimento facial. Os ônibus terão acessibilidade e câmeras de monitoramento interna e externa.

O novo sistema terá ainda estação de transbordo entre linhas diferentes.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Maria Elizabeth GARCIA ROMBO disse:

    As passagens tem ser reduzidas, para que a população possa andar mais de trasnporte publico, pois o transito em nossa cidade está caotico( otimo esse projeto de melhorias na qualidade do transporte público, mas redução do valor seria bem melhor. Não e justo eu andar, exemplo: da Unisul até centro e pagar o mesmo valor, se descer em outro bairro mais afastado( Congonha e o valor sendo o mesmo….

Deixe uma resposta