Mogi das Cruzes descarta aumento de tarifa de ônibus

Publicado em: 16 de janeiro de 2020

Ônibus em Mogi das Cruzes. Princesa deve colocar 20 novos coletivos e CS Brasil, 27

Prefeito anuncia que empresas vão comprar 47 novos coletivos para o sistema

ADAMO BAZANI

O prefeito de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, Marcus Melo, descartou reajuste na tarifa de ônibus neste ano de 2020.

Assim, o valor continua em R$ 4,50 para a modalidade comum e R$ 1,87 para o passe escolar, o que representa 41,5% da tarifa integral.

De acordo com a prefeitura, o transporte coletivo de Mogi das Cruzes tem 247 ônibus, que operam 85 linhas e fazem 3.672 partidas diárias. Durante o ano passado, foram transportados 39.459.681 passageiros.

Em pleno ano eleitoral, Mogi das Cruzes é mais uma cidade da Grande São Paulo que anuncia congelamento do valor da passagem. Confirmaram manutenção de valores também cidades como Guarulhos, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo, Mauá, Rio Grande da Serra, entre outras.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 15 de janeiro, Marcus Melo ainda anunciou investimentos para os transportes em Mogi das Cruzes.

As empresas operadoras devem colocar neste ano, em circulação, 47 novos ônibus, sendo 27 da CS Brasil e 20 veículos da empresa Princesa. Com a renovação, a idade média da frota dos ônibus municipais deve ser de dois anos e sete meses.

Outro anúncio foi a licitação para a instalação de 670 novos abrigos em pontos de ônibus neste ano.

“Com este investimento, o número de abrigos em pontos de ônibus chegará a 1.370, um aumento de 128,3% com relação a 2016.” – diz nota da prefeitura.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta