Catanduva recebe três novos ônibus para o transporte público

Auto Viação Suzano assumiu o transporte na cidade após vencer a licitação. Foto: prefeitura de Catanduva

Veículos zero quilômetro da Auto Viação Suzano começaram a circular nesta sexta-feira, 10 de janeiro; benefício estava previsto no contrato firmado com a Prefeitura

ALEXANDRE PELEGI

O transporte coletivo de Catanduva, interior de São Paulo, ganhou três ônibus zero quilômetro da Auto Viação Suzano.

Os veículos começaram a circular nesta sexta-feira, 10 de janeiro de 2020, conforme previsto no contrato firmado entre e a empresa de ônibus e a Prefeitura de Catanduva.

Segundo comunicado da prefeitura, os veículos possuem elevador para acesso dos cadeirantes, ar-condicionado e tecnologia wi-fi. Além disso, há tomadas USB.

Com os três novos veículos, a frota do transporte coletivo de Catanduva passa a ter 23 ônibus.

CARTÃO INTEGRAÇÃO

Outra novidade divulgada pela prefeitura é a adoção do Cartão Integração, que permite ao passageiro passar de uma linha para outra em qualquer lugar da cidade, sem custo extra, dentro do prazo de 2 horas.

A prefeitura explica que o cartão é gratuito, e a solicitação para obtê-lo pode ser feita no guichê da empresa, no Terminal Urbano, das 8 às 18 horas, de segunda a quinta-feira, e das 8 às 17 horas, às sextas-feiras. O cartão fica pronto na hora, e basta apresentar RG e CPF.

HISTÓRICO

A Auto Viação Suzano começou a operar emergencialmente o serviço de transporte coletivo de Catanduva em 31 de julho. O contrato emergencial teve validade por 180 dias, e foi assinado com a prefeitura no dia 11 de julho de 2019.

Relembre: Viação Suzano assume transporte coletivo em Catanduva por 180 dias

Em agosto, a empresa venceu a licitação, assinando contrato válido por 10 anos. Pelo Edital, a frota deverá ser composta por ônibus com idade máxima individual de até 10 anos, e a idade média de até 7 anos. Relembre: Viação Suzano vence licitação dos transportes em Catanduva (SP)

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta