CPTM registra ligeiro aumento em número de passageiros transportados no Réveillon

Segundo a Companhia, a média de passageiros transportados é de cerca de 3 milhões por dia útil. Foto: Divulgação / CPTM.

Em 31 de dezembro de 2019, foram 1.065.900 pessoas, comparadas a 1.060.482 em 2018

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou, por meio de nota, que registrou um ligeiro aumento no número de passageiros transportados no Réveillon.

Em 31 de dezembro de 2019, foram 1.065.900 pessoas transportadas, comparadas a 1.060.482 em 2018, o que representa um aumento de aproximadamente 1%.

Entretanto, no dia 1º de janeiro de 2020, quando a CPTM inclui a madrugada do réveillon (meia-noite as 4h da manhã), o número de passageiros transportados chegou a 561.564, ante 597.139 pessoas transportadas no ano anterior, uma queda de 6%.

Segundo a Companhia, a média de passageiros transportados é de cerca de 3 milhões por dia útil.

Segundo a CPTM, na virada do ano os trens operaram ininterruptamente. Além da operação comercial normal, uma estratégia permitiu que os trens também circulassem durante toda a madrugada, entre 1h e 4h da manhã, nas sete linhas.

“Neste período, as estações Luz, Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Pinheiros, Santo Amaro, Palmeiras-Barra Funda e Tamanduateí, que fazem integração gratuita com o Metrô, ficaram abertas para embarque e desembarque dos passageiros”, informou a CPTM, em nota.

“As demais estações das linhas 7-Rubi (Luz – Francisco Morato), 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi), 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú), 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra), 11-Coral (Luz – Estudantes), 12-Safira (Brás – Calmon Viana) e 13-Jade (Engenheiro Goulart – Aeroporto) permaneceram abertas para desembarque, permitindo o retorno dos passageiros em segurança.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Mas isso ela divulga desde 2018 que é de 3 milhões,,,Mas esta foto é sensacional….devia mostrar a Witzel, para deixá-lo com inveja dos paulistas…e saber que participei dessa revolução…posso morrer em paz

Deixe uma resposta