Troca do Riocard Mais Vale-Transporte começa em janeiro de 2020

Publicado em: 26 de dezembro de 2019

Vale-transporte é em cor laranja. Foto: Divulgação.

Passageiros terão mais de 100 pontos para substituição do cartão antigo pelo novo modelo

JESSICA MARQUES

A troca gratuita do Riocard Mais Vale-Transporte vai começar em 06 janeiro de 2020, conforme informado em nota por meio da empresa responsável pelas substituições.

Os passageiros terão mais de 100 pontos para substituição do cartão antigo pelo novo modelo, na cor laranja, que apresenta nova identidade visual para uso em ônibus, barcas, trens, metrô, vans legalizadas, VLT e BRT.

A troca será de aproximadamente 1,7 milhão de cartões Vale-Transporte que estão em utilização por passageiros de 43 municípios atendidos pelo sistema de bilhetagem eletrônica no Estado do Rio de Janeiro.

O cartão Riocard Mais é o único aceito em todos os meios de transporte: ônibus municipais e intermunicipais, trens, metrô, barcas, vans legalizadas, VLT e BRT.

As trocas serão gratuitas e realizadas em pontos estratégicos, nos meios de transporte público e em locais de grande movimentação, para oferecer maior conforto e comodidade aos clientes.

“A substituição dos cartões é necessária para a evolução do sistema de bilhetagem eletrônica da Riocard Mais, a maior rede de pagamento eletrônico do país, com mais de 150 milhões de transações registradas por mês”, informou a Riocard, em nota.

“Ao migrar para o Riocard Mais, o passageiro mantém os créditos de transporte do antigo cartão e os benefícios tarifários atrelados a ele, como o Bilhete Único Carioca (BUC), o Bilhete Único de Niterói e o Bilhete Único Intermunicipal (BUI).

Segundo a Riocard, o cliente recebe no ato da troca dos cartões um comprovante com os valores dos créditos de transporte que estavam disponíveis no modelo antigo.

COMO FUNCIONA

Para realizar a substituição dos cartões, o cliente precisa apresentar o cartão antigo do tipo Vale-Transporte em um dos postos de troca exclusivos. No ato, todas as informações – como saldo, recargas e benefícios tarifários – serão transferidas integralmente para o novo cartão.

Não é necessário apresentar documentação, mas a troca deve ser feita pelo titular do cartão, já que o benefício é pessoal e intransferível.

“Vale lembrar que os cartões VT antigos deixarão de ser aceitos gradativamente nos meios de transporte durante o processo de troca, como aconteceu com o cartão Expresso. Todos os pontos de atendimento, com os horários previstos, estarão disponíveis no site mapa.riocardmais.com.br. Os locais para a troca do cartão antigo pelo novo modelo serão divulgados em breve.”

Cada modelo do novo cartão tem uma cor predominante, que no caso do VT é a laranja, com as informações dispostas na vertical, indicando o seu uso em todos os modais e os locais onde é possível recarregá-lo, inclusive com o endereço do mapa de recarga da Riocard Mais (mapa.riocardmais.com.br). Com este serviço, é possível encontrar um ponto de recarga mais perto.

O novo cartão oferece a exclusividade da inclusão no cartão de transporte dos programas tarifários como o Bilhete Único Intermunicipal e Bilhete Único Carioca e o clube de vantagens com a oferta de descontos em produtos e serviços em uma rede de empresas parceiras.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta