Renovação da frota metropolitana no Estado de São Paulo chega a 827 veículos neste ano, diz EMTU

Ônibus da Litorânea fotografado no caminhp entre a encarroçadora no Rio de Janeiro e a empresa.

Mais recentes trocas ocorreram nas regiões de Campinas e Vale do Paraíba/Litoral Norte. Região do ABC recebeu 55 coletivos 0 km entre área 5 e Metra e Oeste de São Paulo, 165

ADAMO BAZANI

Em 2019, ao menos 827 ônibus zero km foram entregues pelas empresas operadoras das cinco regiões gerenciadas pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos no Estado de São Paulo.

De acordo com a estatal, deste total, 583 ônibus são dotados de ar-condicionado.

As mais recentes compras ocorreram para o sistema do Vale do Paraíba/Litoral Norte, no qual entraram em operação 28 novos ônibus com ar-condicionado, sendo 20 pela empresa Pássaro Marron e oito da Litorânea.

Quatro dos ônibus da Litorânea são de frota compartilhada com a Artesp e “têm como diferencial o sistema de frenagem Retarder que proporciona maior durabilidade dos pneus e freio, além de permitir maior velocidade média e economia de combustível. Este sistema é especialmente útil em linhas que trafegam pela Rodovia dos Tamoios, onde o trecho de serra requer frenagens constantes.” – segundo nota da EMTU.

O investimento total das duas empresas, que são do mesmo grupo, foi de R$ 15,6 milhões. Dos 20 ônibus comprados Pássaro Marron, 10 têm ar-condicionado .

Outra renovação recentemente noticiada pelo Diário do Transporte foi a inclusão de mais 21 ônibus com ar-condicionado para a região metropolitana de Campinas. Os veículos foram comprados pela Transportes Capellini, líder do Consórcio Bus+, que neste ano, colocou mais de  160 ônibus refrigerados em circulação.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/12/21/capellini-compra-mais-21-onibus-zero-quilometro-para-as-linhas-da-emtu-na-regiao-de-campinas/

Na área 02 da Grande São Paulo, uma das renovações noticiadas pelo Diário do Transporte foi pela Viação Osasco. Segundo a encarroçadora Caio, foram fornecidos 43 ônibus novos para a  prestadora operar linhas metropolitanas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/08/21/viacao-osasco-adquire-51-onibus-com-carroceria-caio-e-chassi-mercedes-benz/

A Viação Urubupungá havia colocado no fim de outubro 20 veículos com ar-condicionado.

No início de novembro, como mostrou o Diário do Transporte, a EMTU anunciou que neste ano, a região Oeste da Grande São Paulo já havia recebido 165 novos ônibus.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/11/03/regiao-oeste-da-grande-sao-paulo-recebeu-165-onibus-zero-quilometro-neste-ano-diz-emtu/

No ABC Paulista, foram ao menos 55 ônibus novos com ar-condicionado, sendo 30 para área 5 e 25 para o Corredor ABD.

Na área 5, a Auto Viação ABC colocou em circulação 20 ônibus para linhas entre São Bernardo do Campo e Santo André  e a Trans-Bus, 10 unidades, em especial para a ligação entre São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/06/17/primeiros-onibus-zero-km-com-ar-condicionado-da-area-5-da-emtu-chegam-a-garagem-da-viacao-abc/

Para a ligação entre Diadema e a região do Brooklin, na zona Sul de São Paulo, a Metra, operadora do Corredor ABD, fez a entrega de 25 ônibus articulados com ar-condicionado em março.

Na ocasião, o governador João Doria prometeu que até o final de 2024, todos os ônibus gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos terão obrigatoriamente de operar com ar-condicionado, wi-fi, entradas de USB para carregadores de celulares, além de ser acessíveis.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/03/20/todos-os-onibus-da-emtu-terao-ar-condicionado-e-wi-fi-ate-o-final-de-2024-diz-doria-em-entrega-de-25-novos-articulados-da-metra/

Na área 01 da EMTU, o Diário do Transporte noticiou a entrega de 20 ônibus pela Viação Pirajuçara, do Consórcio Intervias, em linhas que atendem a oito municípios, entre eles Embu das Artes e Taboão da Serra.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/11/11/pirajucara-entrega-20-novos-onibus-com-ar-condicionado-para-a-grande-sao-paulo/

As renovações, principalmente na Grande São Paulo, poderiam ser mais intensas caso houvesse a definição da licitação das cinco áreas da região, que deveria ter ocorrido em 2016, quando acabaram os contratos de 2006.

Na área 5, do ABC, nunca foi realizada uma licitação, apesar de seis tentativas da EMTU.

Empresários de ônibus da região esvaziaram a concorrência cinco vezes e uma foi barrada pela Justiça em favor do empresário Baltazar José de Sousa em um processo de recuperação judicial de Manaus. A decisão já foi derrubada.

No dia 21 de fevereiro de 2019, em encontro com portais de mobilidade urbana, entre os quais, o Diário do Transporte, o presidente da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, Marco Antonio Assalve, havia dito que o objetivo era lançar o edital no primeiro semestre ou início do segundo, o que não se concretizou.

Assalve disse ainda na ocasião que ar-condicionado, Wi-Fi e veículos de motor traseiro serão algumas das prioridades para melhorar o atendimento dos ônibus na Região Metropolitana.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/02/22/licitacao-da-emtu-todos-os-onibus-terao-wi-fi-de-imediato-e-havera-cronograma-de-ar-condicionado-alem-da-exigencia-de-motor-traseiro/

O sistema da EMTU na Grande São Paulo transporta em torno de dois milhões de passageiros todos os dias e é dividido em cinco áreas operacionais.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Edson Alves disse:

    Vem olha a Linha 266 Inocoop-Armenia novos ônibus nunca nem vi pra cá só veio resto uma Vergonha.

  2. Ricardo disse:

    Venham fazer uma matéria para ver o lixo que está a viação cidade de Caieiras Gde SP, com ônibus tirados da capital e aqui colocados,com ar condicionado mega frio…e não tem regulagem, só colocam lixos para servir os usuários que são roubados diariamente e a linha 198 tem apenas três horários de manhã e tarde.. é um absurdo, tudo com conivência da prefeitura comprada por essa máfia da empresa, que é um monopólio isso é um abuso.

  3. Renato Vieira dos Santos disse:

    Que eu saiba a Transbus recebeu apenas dez unidades, não trinta. Vieram tambem algumas unidades para a Rigras sem ar.

  4. Renato Vieira dos Santos disse:

    No total a região do Abc recebeu 59 novos carros metropolitanos em 2019. Acrescenta mais 4 Vip lV sem ar para a Rigras.

Deixe uma resposta para Renato Vieira dos Santos Cancelar resposta