Linhas 11 e 12 da CPTM terão vigilância por 47 dias a R$ 9 milhões

Serviços são nos trens e em estações

Contrato foi assinado com empresa Power Segurança

ADAMO BAZANI

A CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos publicou nesta sexta-feira, 20 de dezembro de 2019, o extrato do contrato para serviços de segurança e vigilância nas linhas 11-Coral (Luz/Estudantes) e 12-Safira (Brás/Calmon Vianna).

A contratação é por 47 dias até a realização de uma concorrência.

Os serviços vão custar R$ 9 milhões (R$ 9.092.209,30).

O contrato engloba serviços de segurança e vigilância, rondas motorizadas (veículos utilitários e motocicletas), operação de sistema de videomonitoramento digital e alarme, instalação e manutenção preventiva e corretiva de câmeras, além de realocação de equipamentos.

Na quinta-feira, 19, o Diário do Transporte divulgou os extratos dos dois contatos para vigilância nas linhas  7-Rubi (Brás-Luz-Francisco Morato-Jundiaí) , 10-Turquesa (Brás-Tamanduateí-Santo André-Rio Grande da Serra), 8-Diamante (Júlio Prestes/Amador Bueno) e 9-Esmeralda (Osasco/Grajaú) que totalizam R$ 15,4 milhões.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/12/19/cptm-assina-contratos-de-r-154-milhoes-para-vigilancia-em-estacoes-e-trens-de-quatro-linhas/

Assim, com este contrato para as linhas 11 e 12, os serviços por 47 dias de segurança e vigilância em seis linhas vão custar R$ 24,4 milhões.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    A empresa deve estar feliz em ganhar dinheiro tão fácil por pouco tempo não.

Deixe uma resposta