Linhas de ônibus com tarifa reduzida em Curitiba atraem mais passageiros têm equilíbrio financeiro

Publicado em: 16 de dezembro de 2019

Linhas atraíram passageiros pagantes, segundo prefeitura. Foto: Valdecir Galor/SMCS

01Informação é da Urbs, gerenciadora do sistema. Redução é fora dos horários de pico

ADAMO BAZANI

As seis primeiras linhas que tiveram a tarifa reduzida pela prefeitura de Curitiba fora dos horários de pico atraíram mais passageiros e conseguiram equilíbrio financeiro.

A informação é da Urbs – Urbanização de Curitiba S.A.,  gerenciadora do sistema.

Segundo levantamento da empresa municipal, nos 45 primeiros dias de operação, houve um acréscimo, em média, de 134 passageiros por dia útil. Isso significa 3 mil passageiros pagantes  a mais nas seis linhas em um mês (22 dias úteis).

A tarifa reduzida, de R$ 3,50 – R$ 1 a menos do que a normal – vale para os horários de 9h às 11h e das 14h às 16h e para pagamento exclusivo com o cartão-transporte usuário.

Ainda de acordo com a Urbs, estas linhas tinham queda média de 21% a 27% nos horários entre picos, enquanto a média do sistema total é de 18% entre-pico.

Atualmente, as seis transportam em torno de 18 mil passageiros por dia útil.

As linhas são: 212- Solar, 213 – São João, 214 – Tingui, 265 – Ahú-Los Angeles, 461- Santa Bárbara e 965 – São Bernardo.

O levantamento se refere ao período entre 16 de outubro e 29 de setembro.

Desde 03 de dezembro de 2019, outras cinco linhas tiveram tarifa reduzida, mas aind anão foi feita a comparação de demanda: 661 – V. Lindóia; 662 – Dom Ático; 666 – Novo Mundo; 860 – V. Sandra; e 870 – São Braz. Juntas, essas linhas têm atualmente um fluxo de 31,1 mil pessoas por dia.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta