Em 2019, Distrito Federal fez alterações em 390 linhas de ônibus

Publicado em: 15 de dezembro de 2019

Dentre as mudanças, está a criação da linha de ônibus 102.7. Foto: Divulgação.

Mudanças foram realizadas por meio da Secretaria de Transporte e Mobilidade

JESSICA MARQUES

Em 2019, o Distrito Federal fez alterações em 390 linhas de ônibus. As mudanças foram realizadas por meio da Secretaria de Transporte e Mobilidade, conforme informado pelo próprio governo, em nota, e incluem criação de itinerários.

“A secretaria tem trabalhado muito para atender à demanda da população do Distrito Federal. Em 2019, a pasta otimizou e ampliou cerca de 390 linhas de ônibus. A reorganização das linhas, em diversas regiões administrativas, aumentou a oferta de ônibus e reduziu o tempo de viagens, levando transporte público a lugares que antes não contavam com o benefício”, informou a Pasta, em nota.

Dentre as mudanças, está a criação da linha de ônibus 102.7, que circula nas imediações do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek.

A nova linha oferece oito viagens nos horários de pico pela manhã e à tarde, e o percurso, de cerca de 16 quilômetros, possui duração média de 40 minutos. O ônibus sai do terminal da Asa Sul, onde faz integração com o metrô e vai até o aeroporto. No retorno, passa pela avenida Dom Bosco e depois no Setor Policial.

“A 102.7 tem percurso semelhante ao da linha 102.6, que oferece 40 viagens de segunda a sábado e 31 aos domingos, em percurso de ida e volta entre o terminal da Asa Sul e o aeroporto. A tarifa é a mesma (R$2,50) com possibilidade de integração com o metrô. São cerca de 1,5 mil passageiros por dia nas duas linhas. Nas viagens de ida, é comum ver usuários embarcar em qualquer uma delas”, informou o Governo, em nota.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade informou que já recebeu sugestões para ampliar a quantidade de viagens, porque a demanda na região é crescente. A linha opera com ônibus de 80 lugares e cerca de 340 passageiros utilizam a 102.7 diariamente.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta